Microsoft vai despedir mais 2580 pessoas

EmpregoGestão
0 0 Sem Comentários

No corrente ano fiscal, que começou a 1 de julho, a Microsoft pretende cortar mais 2580 postos de trabalho. Foi o que a tecnológica incluiu no relatório financeiro enviado ao regulador, SEC.

“Além da eliminação de 1850 posições que foi anunciada em maio de 2016, aproximadamente  2580 postos de trabalho serão eliminados globalmente durante este ano, como extensão do plano anterior, e estas medidas deverão estar concluídas no final do ano fiscal de 2017”, lê-se no relatório enviado pela Microsoft e noticiado pelo Business Insider.

No final do ano fiscal de 2016, que terminou a 30 de junho, os quadros da Microsoft contavam com 114 mil colaboradores, sendo que 63 mil estão nos Estados Unidos e os restantes nos outros países onde a empresa tem subsidiárias. Em Portugal, a sede no Parque das Nações alberga mais de 440 colaboradores.

Em resposta aos pedidos de comentários de vários meios, a Microsoft recusou-se a dar mais pormenores para lá daqueles expressos no documento enviado à SEC.

Este é mais um movimento de redução que teve início em julho do ano passado, quando a empresa anunciou a intenção de despedir 7400 pessoas, a maior parte das quais no negócio de hardware de telemóveis. Em fevereiro, foram feitos mais cortes não relacionados com este bolo.

A ZDnet acrescenta que as pessoas visadas na nova ronda já começaram a ser avisadas, e que pelo menos 900 estão ligadas à divisão de vendas da Microsoft, não ao hardware móvel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor