A Microsoft vai criar mais empregos em Portugal até 2015

CloudNegócios

A Microsoft Portugal tenciona criar até 200 empregos, na área de engenharia, em Lisboa e Porto, durante dois anos com o objetivo de expandir o centro de apoio à computação em cloud, um sistema que permite o armazenamento e acesso a informação através de computadores e servidores ligados em rede. Relativamente aos postos de trabalho a empresa tem

A Microsoft Portugal tenciona criar até 200 empregos, na área de engenharia, em Lisboa e Porto, durante dois anos com o objetivo de expandir o centro de apoio à computação em cloud, um sistema que permite o armazenamento e acesso a informação através de computadores e servidores ligados em rede.

microsoft_Edificio_0452

Relativamente aos postos de trabalho a empresa tem atualmente em Portugal cerca de 140 que vão expandir-se para 200 durante o próximo ano.

Segundo o diretor-geral da Microsoft Portugal, João Couto a decisão de investir em Portugal assenta na “qualidade dos recursos humanos e na existência de um bom contexto competitivo, com o binómio custo/qualidade”.

A expansão do centro de apoio à computação em cloud tem como objectivo servir clientes empresariais na Europa, Médio Oriente e África.

Existe um memorando de entendimento, entre a Microsoft Portugal e a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, que terá uma duração inicial de 12 meses e prevê a criação de “um grupo de trabalho” para acompanhar os projetos. Além disso, a Microsoft Portugal pretende consolidar o centro de Investigação & Desenvolvimento (I&D) para desenvolvimento de tecnologias de reconhecimento de voz a integrar nos motores de pesquisa da empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor