Microsoft lidera Quadrante Mágico em IaaS na nuvem

CloudIAAS

A Gartner classificou a Microsoft como Líder no Quadrante Mágico 2016 para Cloud Infrastructure as a Service (IaaS), devido à sua visão e capacidade de execução no mercado.

Este é o terceiro ano consecutivo em que a Gartner destaca a Microsoft como líder em IaaS. Nicole Herskowitz, diretora de marketing de produto para a nuvem da tecnológica, congratulou-se com o reconhecimento e disse que a empresa se mantém imparável no compromisso para inovar rapidamente neste segmento.

A executiva partilhou um quadro no no blogue do Microsoft Azure mostrando que a Microsoft é o único fornecedor líder nos Quadrantes Mágicos da Gartner em Cloud IaaS, virtualização de servidores, Application Platform as a Service, Identity as a Service, Public Cloud Storage, bem como para Plataforma de Dados e Serviços de Produtividade. Concorrentes como a Salesforce e a Amazon conseguem um posicionamento apenas num ou noutro segmento.

“Com este reconhecimento a Microsoft reforça a sua posição como líder em cloud computing – com ofertas facilmente integradas nos serviços de infraestrutura como um serviço, serviços de plataforma, SaaS, serviços de análise de dados e soluções híbridas”, diz a empresa.

No blogue, Nicole Herskowitz forneceu alguns dados sobre o estado atual do Azure, em especial no que toca a plataformas abertas.

“O Azure é uma plataforma de classe mundial para o Windows, mas também é reconhecida para suporte a Linux e outras tecnologias open-source”, escreveu a executiva.  também adiantou que quase uma em cada três máquinas virtuais implementadas em Azure já são Linux. Mais de 60% das soluções no Azure Marketplace são Linux, sendo que a plataforma tem um total de 3800 soluções. “É entusiasmante verificar que muitos fabricantes open source consideraram a Microsoft um dos melhores parceiros na nuvem”, sublinhou a responsável.

Herskowitz também indicou que muitos dos clientes começam por investir na nuvem através da Gestão de Identidades. O Office 365 e o Azure partilham o mesmo sistema, o que permite uma experiência simples e sem fricção; depois, é uma questão de escala. Há 70 milhões de clientes comerciais do Office 365 a usarem o sistema mensalmente, o que facilita a adesão ao Azure. Aqui, começam com IaaS e depois alargam a modelos PaaS: 55% dos clientes Azure IaaS também estão a implementar PaaS.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor