Microsoft lança Instituto InnovAction para formar startups no Brasil

Negócios

A Microsoft anunciou o lançamento do Instituto InnovAction no Brasil, um projeto que visa apoiar pessoas com ideias inovadoras a transformar seus projetos em empresas, com um auxílio especializado nas etapas iniciais de abertura de um negócio.

O InnovAction contempla assessoria jurídica, de contabilidade, mentoria em negócios, workshops de gestão financeira, marketing, pessoas e responsabilidade social, entre outras frentes fundamentais para o desenvolvimento de uma startup. O programa é oferecido por três meses, que é a média de tempo que leva a concluir o processo de constituição de uma empresa no Brasil.

O Instituto InnovAction complementa os programas da Microsoft de apoio ao empreendedorismo no país sul-americano, que beneficiam desde empresas em estágio inicial até o apoio a negócios já estruturados.

“O Instituto InnovAction será esse suporte no início desta jornada, habilitando empreendedores a terem um CNPJ [Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica], receberem investimentos e terem acesso a conhecimento para, dessa forma, colocar as empresas no ecossistema,” afirma Altair Assumpção, presidente do Instituto InnovAction. Segundo o executivo, a iniciativa é “inédita” e surge para preencher uma lacuna que existe no mercado brasileiro, fazendo com que ideias com potencial para serem grandes negócios saiam do papel e se tornem realidade.

Três ideias inovadoras já foram selecionadas para receber os benefícios. A primeira contemplada foi a eFitFashion, startup formada por vencedores da etapa mundial da Imagine Cup em 2015 ao desenvolver uma plataforma tecnológica para o mundo da moda, com foco no mercado de roupas sob medida.

A segunda selecionada é a WitBox, premiada pela Imagine Cup este ano na categoria Inovação. O projeto consiste numa “caixa negra” para carros que regista evidências para auxiliar na reconstituição de acidentes automóveis.

Já a Techno4Girls, de São Paulo, foi campeã do torneio de incubação da Fundação Telefónica Vivo ao criar uma aplicação com comandos de voz para que deficientes visuais se movam na cidade.

Para receber o apoio do Instituto InnovAction, os candidatos devem ser aprovados em alguns critérios:

  • Ter vencido alguma competição de empreendedorismo;
  • Apresentar uma solução que resolva um problema real de forma inovadora;
  • Demonstrar potencial para crescer o negócio e gerar empregos.

“O candidato deve estar profundamente comprometido com a ideia de transformar a sua ideia em uma empresa no Brasil”, diz Franklin Luzes, COO da Microsoft Participações e conselheiro do Instituto InnovAction. “Um dos objetivos do programa é a disseminação da cultura empreendedora e do capital criativo e por isso vamos selecionar quem realmente demonstrar que está pronto para superar esse desafio. ”

O objetivo do Instituto InnovAction é aprovar cinco a dez projetos por ano.

Além da Microsoft, o Instituto InnovAction conta com outros fundadores, como a Acelera Partners e o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), entre outros parceiros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor