Microsoft estende operações até à Índia

CloudNegócios

A Microsoft está a planear erguer data centers na Índia para deitar a mão à crescente procura por serviços baseados em cloud no país. Paralelamente, a empresa quer difundir os seus serviços Azure e Office 365 naquela que é a segunda região com o maior número de habitantes do mundo. Na capital de Nova Deli,

A Microsoft está a planear erguer data centers na Índia para deitar a mão à crescente procura por serviços baseados em cloud no país. Paralelamente, a empresa quer difundir os seus serviços Azure e Office 365 naquela que é a segunda região com o maior número de habitantes do mundo.

microsoft

Na capital de Nova Deli, o diretor executivo Satya Nadella afirmou que o serviço Azure, que permite que as empresas tenham acesso a recursos de computação e operem programas através da Internet, será disponibilizado através de data centers locais até ao fim do próximo ano. Simultaneamente, o Office 365 será lançado na região na mesma altura.

Nadella tem estado a operar uma reconfiguração estratégica daquela que é uma das maiores empresas do mundo online, recorrendo à computação cloud como leme desta mudança, numa altura em que tenta adaptar o seu modelo de negócios à crescente tendência mobile, razão pela qual tem apostado no armazenamento de informação em servidores remotos, em detrimento das hard drives locais.

Sob o título de maior developer de software do mundo, a Microsoft esgrima com rivais como a Amazon.com e a Google, tentando conquistar o maior volume de clientes na Índia, um mercado que, nas palavras da consultora Gartner, deverá alcançar os 1,7 mil milhões de dólares até o próximo ano de 2018.

A empresa avançou que os seus serviços cloud, em 2013, registaram uma taxa de crescimento de cem por cento no setor indiano, alegando que serão fator de fomento de múltiplas plataformas e geradoras de diversas oportunidades.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor