Microsoft considera compra de empresa israelita de cibersegurança

EmpresasNegóciosSegurança

A tecnológica de Redmond poderá comprar a Adallom para reforçar a sua divisão de segurança cibernética em Israel. A informação é avançada pela imprensa local, que afirma que o negócio ronda os 320 milhões de dólares.

A Adallom deverá tornar-se o coração das operações de segurança cibernética da Microsoft no país do Médio Oriente, de acordo com o jornal local Calcalist. A empresa sob o olhar da gigante de Redmond desenvolve plataformas de segurança para cloud.

Este não seria o primeiro investimento da Microsoft em Israel. A 13 de novembro do ano passado, a empresa anunciou ter comprado a Aorato, especializada em software de segurança empresarial, por 200 milhões de dólares. Também a Equivio, criadora de programas de análise textual, foi uma das aquisições da Microsoft em Israel.

A Adallom conseguiu investimentos no valor de 50 milhões de dólares, sendo alvo do interesse de empresas como a EMC, a HP e Sequoia Capital.

Os produtos de cibersegurança para cloud da software house israelita cobrem as plataformas da Microsoft, da Google e da Salesforce.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor