Mercedes e Bosch fazem parceria para desenvolvimento de táxis autónomos

InovaçãoNegócios

A Daimler, empresa detentora da Mercedes-Benz, e a Bosch vão unir forças para desenvolverem carros autónomos. Esta é a primeira parceria da gigante automóvel nesta área visto que, até agora, a mesma estava a tentar construir veículos sem motorista sozinha. Os termos financeiros do acordo entre as duas empresas não foram revelados.

Segundo a agência noticiosa Reuters, a colaboração anunciada tem como objetivo principal a produção de “táxis-robôs”. No entanto, a ideia é que as duas empresas dediquem recursos para a existência de um sistema de carros de autónomos durante vários anos, visto que estes são parte integrante do futuro da indústria automóvel. De acordo as projeções da Goldman Sachs, o mercado de sistemas de condução assistida e carros autónomos deve atingir, em 2025, os 96 mil milhões de dólares e chegar aos 290 mil milhões em 2035.

A Bosch e Mercedes vão desenvolver, em conjunto, o software e os algoritmos necessários para a condução autónoma e as previsões apontam para que o sistema destas companhias esteja pronto no início da próxima década. Foi pelo menos isto que a Daimler revelou sem especificar para quando ou se existem datas para a produção e comercialização dos táxis autónomos.

“O objetivo principal do projeto é conseguir desenvolver um sistema de condução que permita que os carros conduzam de forma totalmente autónoma na cidade” afirmou, em comunicado a Daimler.

A fabricante de automóveis alemã referiu ainda que pretende que “numa área específica de uma cidade, os clientes possam pedir e partilhar um carro autónomo através do smartphone”.

De referir que a Bosch e a Mercedes têm uma ligação histórica grande, não só por serem ambas empresas alemãs mas porque a fornecedora de peças foi criada em 1886, o mesmo ano em que o fundador da Mercedes, Carl Benz patenteou o seu primeiro carro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor