Mercado dos PC regista queda de dez por cento

EscritórioNegóciosPC

O relatório preliminar da Gartner sobre o mercado dos computadores pessoais apontam para uma queda de dez por cento em 2013. Os resultados do último trimestre do ano passado comprovam a fase negativa que o segmento dos PC está a atravessar. Só entre os passados meses de outubro e dezembro, o mercado dos computadores pessoais

O relatório preliminar da Gartner sobre o mercado dos computadores pessoais apontam para uma queda de dez por cento em 2013. Os resultados do último trimestre do ano passado comprovam a fase negativa que o segmento dos PC está a atravessar.

ComputerRoomSó entre os passados meses de outubro e dezembro, o mercado dos computadores pessoais caiu 6,9 por cento a nível mundial, comparativamente a igual período de 2012. Já o último trimestre do ano voltou a ficar marcado por uma queda brusca neste mercado, contribuindo para que durante todo o ano, a queda nas vendas seja de dez por cento. 

Os analistas da Gartner acreditam que no quarto trimestre de 2013 tenham sido vendidos 82,63 milhões de PC, subindo o número para 315,96 tendo em conta os restantes trimestres do ano passado.

A Lenovo foi durante o ano passado a maior vendedora de PC em todo o mundo. Esta empresa foi mesmo a única com resultados positivos em comparação com 2012. A HP encontra-se no segundo lugar e a Dell ocupa a terceira posição.

Os analistas atribuem, contudo, uma análise positiva aos números, dizendo que os maus resultados foram impulsionados pelos mercados emergentes onde o primeiro dispositivo inteligente é agora um smartphone ou tablet, enquanto em mercados como o norte-americano as perdas terão sido residuais.

A consultora revela ainda os resultados específicos para a Europa, África e Médio Oriente, onde no quarto trimestre de 2013 a queda nas vendas de PC foi de 6,7 por cento. No total venderam-se 25,86 milhões de computadores, sendo a HP a marca que mais comercializa nestes mercados.

A Asus e a Acer estão entre as fabricantes mais penalizadas pela quebra sentida nos últimos trimestres. A Apple aparece no terceiro lugar de marca que mais computadores pessoais vendeu nos Estados Unidos no quarto trimestre do ano passado, vendendo 2,16 milhões de unidades, num crescimento de quase 30 por cento relativamente a igual período de 2012.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor