MEO Music: nova cara, novas funções

MobilidadeSoftware

O MEO apresentou hoje o seu melhorado serviço de streaming de música MEO Music, com novas funcionalidades que simplificam e aprimoram a experiência de utilização, sem grandes complicações. O renascido serviço foi alvo de uma grande aposta por parte da empresa de telecomunicações portuguesa, detida pela Portugal Telecom, e apresenta agora características que o elevam

O MEO apresentou hoje o seu melhorado serviço de streaming de música MEO Music, com novas funcionalidades que simplificam e aprimoram a experiência de utilização, sem grandes complicações.

thumb

O renascido serviço foi alvo de uma grande aposta por parte da empresa de telecomunicações portuguesa, detida pela Portugal Telecom, e apresenta agora características que o elevam acima de plataformas concorrentes de streaming de música.

Isento de mensalidades e com tráfego móvel permanentemente gratuito – para clientes da rede – , o MEO Music oferece uma experiência sem interrupções inoportunas e players cuja simplicidade de utilização permitem um desfruto otimizado dos conteúdos musicais.

Nesta nova versão, o serviço passa a disponibilizar clips de vídeo, algo que antes não acontecia, possibilitando que o utilizador possa ouvir uma música e simultaneamente assistir ao vídeo que a acompanha.

O modo offline é também uma funcionalidade bastante apreciada, segundo a empresa, visto que podem colocar-se conteúdos numa secção a partir da qual, mesmo quando não existe uma ligação à Internet, o utilizador tem acesso às músicas por ele selecionadas.

Este é um serviço multiplataformas, pelo que pode ser acedido através dos mais variados aparelhos, sejam eles televisores, smartphones, tablets ou computadores.

O MEO Music coloca o utilizador no centro da gestão do consumo dos conteúdos, dando-lhe a poder para desenhar as suas próprias playlists, para procurar qualquer artista ou música que deseje e para partilhar esses conteúdos com quem quiser, numa total democratização do acesso.

Por vezes, queremos muito lembrar-nos de uma música que ouvimos num dado dia, mas o nome teima em não se fazer conhecer, pelo que através do registo do histórico podemos encontrá-la e voltar a ouvi-la, e talvez da próxima vez nos lembremos do título.

A empresa afirmou também que para este serviço apostou – e continuará a apostar – fortemente no lançamento de conteúdos exclusivos, novos artistas e novos álbuns, abrangendo, desta forma, uma audiência bastante mais vasta e diversa.

Múltiplos clientes MEO – a grande maioria, segundo a empresa – têm acesso gratuito ao serviço através dos pacotes de telecomunicações que escolheram. Contudo, aqueles que não pertençam à rede da operadora, podem também aceder ao serviço, por uma quantia de 4,99 euros, preço a pagar após um período gratuito de experimentação de três meses.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor