Mariano Gago 1948 – 2015

Negócios

Morreu um dos homens mais importantes da Ciência e Tecnologia em Portugal, e na Europa. Foi Ministro da Educação entre 1995 e 2002 e foi ministro da Ciência e Ensino Superior entre 2005 e 2011, no Governo de José Sócrates. Era doutorado em Física, pela Universidade de Paris, e professor catedrático do Instituto Superior Técnico (IST).

Morreu um dos homens mais importantes da Ciência e Tecnologia em Portugal, e na Europa. Foi Ministro da Educação entre 1995 e 2002 e foi ministro da Ciência e Ensino Superior entre 2005 e 2011, no Governo de José Sócrates. Era doutorado em Física, pela Universidade de Paris, e professor catedrático do Instituto Superior Técnico (IST). Foi o político português que mais tempo desempenhou as funções de ministro.

maxresdefault

Com um currículo impar na Ciência e Tecnologia, Mariano Gago foi distinguido com a Comenda da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada, a 10 de junho de 1992. Em 2007, recebeu a distinção da Grã-Cruz da Ordem de Isabel a Católica, em Espanha, e dois anos depois, a de Grã-Cruz com Estrela da Ordem do Mérito, na Alemanha.

Entre 1986 e 1989, foi presidente da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica. Líder do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas.

No final da década de 1960, Mariano Gago foi presidente da Associação de Estudantes do IST, eleito por uma lista ligada à extrema esquerda estudantil dessa época.

Portugal perde um dos mais importantes nomes da Ciência e Tecnologia, e um dos seus maiores impulsionadores.

Mariano Gago foi no desempenho das suas funções, quer como investigador, quer como ministro, responsável por colocar a Ciência e Tecnologia como um dos principais motores de crescimento e modernização de Portugal, e de desenvolvimento europeu.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor