Maratona tecnológica supera número de inscritos e aumenta participantes

EmpresasInovação

O evento Hey! Hackathon consiste numa maratona tecnológica de 24 horas dirigida a estudantes do ensino superior. Em comunicado, a Mitsubishi Fuso Truck Europe (MFTE) e o CEiiA, organizadoras da iniciativa. referem que a participação superou todas as expectativas com um número recorde de candidaturas, o que levou ao aumento de 100 para 115 o número de alunos que irão participar no evento.

A grande adesão por parte das universidades e politécnicos fez com que fosse alargado o número de equipas participantes de 20 para 25, depois do evento ter recebido 34 candidaturas.

“Foi com enorme satisfação que assistimos a este envolvimento por parte dos estabelecimentos de ensino superior, o que prova que as parcerias entre as empresas e as universidades começam a fazer parte do contexto de criação tecnológica em Portugal”, realçou Jorge Rosa, CEO da MTFE.

As universidades do Minho, Porto, Aveiro, Coimbra e Lisboa e os politécnicos do Porto, Leiria e Tomar são algumas das instituições de ensino superior que se vão ver representadas no evento. Cada equipa terá até 5 estudantes de licenciatura ou mestrado, de cursos como engenharia aeroespacial, mecânica, informática ou eletrónica, mas também de psicologia e design de produto.

Tendo como tema central “Be Connected” – a conectividade no âmbito da transformação digital e da Indústria 4.0 – o Hey! Hackathon terá lugar nos dias 28 e 29 de abril no Tramagal, concelho de Abrantes, na fábrica da MFTE. A maratona tecnológica realiza-se num ambiente de laboratório colaborativo disponibilizado pela Mitsubishi Fuso e tem como objetivo promover o aparecimento de soluções inovadoras para projetos sustentáveis da área da conectividade.

De acordo com o comunicado, as 25 equipas serão incentivadas a encontrar soluções para desafios em três áreas principais. “Connected Product”, como um serviço de mobilidade sustentável, “Connected Process”, como uma ferramenta para a eficiência produtiva, e “Connected People”, como forma de melhorar a comunicação na linha de produção (chão de fábrica).

“As empresas em geral, e a nossa em particular, não se podem fechar sob si próprias e a ligação com as escolas é fundamental para potenciar o crescimento do país. Esta geração, que está hoje nas universidades, será a geração que liderará a 4ª Revolução Industrial, a designada Indústria 4.0. Enquanto empresa, queremos estar na linha da frente e, por isso, contamos com estes jovens”, sublinha o CEO da MFTE.

José Rui Felizardo, CEO do CEiiA, afirma que “a realização deste género de iniciativas são um excelente instrumento de aproximação entre o ensino superior e a indústria, em torno de desafios concretos que obrigam a grandes inovações e contribuem para o crescimento da indústria e são também um espaço de identificação de talentos e de posicionamento do ensino que é realizado no nosso ensino superior”.

Os projetos de cada uma das equipas serão avaliados por um júri, e serão premiados os três melhores. Recorde-se que esta é já a 2ª edição do Hey! Hackathon em Portugal, sendo que em 2016 as equipas participantes desenvolveram projetos nas áreas da Logística Interna, Qualidade, Produção e Engenharia Industrial.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor