linkedcare sobe a “palco” na Web Summit

Negócios

A linkedcare, aplicação de uma start-up portuguesa que tem por objetivo ligar médicos e cidadãos para criar o primeiro ecossistema digital na área da saúde a nível mundial, vai estar na conferência Web Summit, que decorre entre hoje e quinta-feira, em Dublin. A Web Summit tornou-se, em três anos, num respeitado evento de tecnologia que contará este ano com

A linkedcare, aplicação de uma start-up portuguesa que tem por objetivo ligar médicos e cidadãos para criar o primeiro ecossistema digital na área da saúde a nível mundial, vai estar na conferência Web Summit, que decorre entre hoje e quinta-feira, em Dublin.

Hans-Erhard Reiter e Nuno Pacheco - Linkedcare

A Web Summit tornou-se, em três anos, num respeitado evento de tecnologia que contará este ano com mais de 500 oradores de renome mundial, 10 temáticas, 2.000 start-ups de todo o mundo convidadas a expor as suas ideias, mais de 200 sessões paralelas, 1.000 investidores e 800 jornalistas do sector da tecnologia.

“Estarmos presentes no Web Summit 2014 para apresentar a linkedcare, é sem dúvida o reflexo do trabalho que temos vindo a desenvolver no nosso país, por isso não podíamos estar mais orgulhosos. O nosso objetivo é criar um ecossistema digital na área da saúde através da plataforma linkedcare e isso só é possível quando milhões de cidadãos e médicos de todo o mundo estiverem ligados entre si”, refere Nuno Pacheco, cofundador da linkedcare.

Nuno Pacheco irá apresentar todas as funcionalidades e potencialidades que a plataforma oferece gratuitamente a médicos e cidadãos. Sendo uma start-up de sucesso na área da saúde, a linkedcare elevará a tecnologia desenvolvida no seu país a um público que procura continuamente por boas ideias que mudam o dia-a-dia e que moldam o futuro do mundo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor