Linguagem de programação Apple para jovens já está disponível

AppsMobilidade

A Apple lançou na App Store o Swift Playgrounds, uma aplicação cujo objetivo é ensinar programação a crianças e jovens. Tim Cook, CEO da empresa, tinha anunciado o lançamento no WWDC em junho.

Cook também anunciou, no evento da semana passada em que revelou o iPhone 7, a iniciativa “Everyone Can Code” (algo como todo mundo pode programar). E o centro desse programa é a aplicação nativa para iPad, Swift Playgrounds. 

O Swift Playgrounds pega em conceitos de programação e ensina com base numa interface interativa, fácil de entender. Estudantes e principiantes poderão explorá-lo e iniciarem-se na linguagem de programação Swift da Apple, usada por developers de todo o mundo.

O interessante é que qualquer professor poderá fazer o download da app e integrá-la no programa escolar. Qualquer estudante sem experiência prévia de programação poderá entender como funciona, mas a app não é tão simples que developers mais experientes não possam usá-lo também.  

“Todo o mundo deve ter a oportunidade de aprender a programar, e estamos muito entusiasmados por trazer o Swift Playgrounds para a próxima geração de programadores, que estão a procurar uma forma divertida e fácil de explorar conceitos usando programação real”, afirma Craig Federighi, vice presidente senior de Software Engineering da Apple “Mais de 100 escolas de todo o mundo já se comprometeram em adicionar o Swift Playgrounds ao seu currículo, e mal podemos esperar para ver o que os estudantes vão criar.” 

A app é gratuita e compatível com iPad Air, iPad Pro e iPad mini 2, a partir do iOS 10. Inclui lições de programação criadas pela Apple, que vão guiar os estudantes por desafios e puzzles. A marca promete atualizar e aumentar esses desafios regularmente.

O app inclui também templates que os utilizadores podem modificar, criando os seus próprios programas com interação tátil. Por outro lado, vão poder partilhar as suas criações através do Apple Mail ou Mensagens, ou publicando na web. Os projetos poderão ser exportados diretamente para Xcode e quem sabe transformados em apps completas para iOS e Mac. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor