Língua inglesa perde “poder” na comunidade online indiana

Mobilidade

A língua inglesa, que anteriormente era a mais utilizada no uso da Internet pela maioria da população indiana, está prestes a ser destronada. Tal deve-se ao facto de que, hoje em dia, os smartphones disponibilizam aos seus fornecedores conteúdos online nas línguas indianas, como o hindi, o tâmil e o marata.

De acordo com o relatório Internet and Mobile Association of India e a firma de pesquisa de mercado IMRB International, os indianos conectam-se cada vez mais à Internet na sua língua local. Em junho, cerca de 47 por cento dos 269 milhões indianos conectados à Internet consumiram conteúdos no seu dialeto local, destaca o relatório. Este valor supera os 43 por cento de utilizadores de Internet que usaram o seu idioma local nos últimos 18 meses. Face a este crescimento, é possível que nos próximos tempos as línguas locais ultrapassem o inglês.

Em que zonas específicas da Índia podemos encontrar utilizadores de Internet que utilizam o seu idioma local?

Mais de metade das pessoas que consumem conteúdos numa das 22 línguas regionais oficiais do país vive na India rural. Nas áreas urbanas, a mesma proporção de utilizadores de Internet navega em inglês.

Quão grande é este mercado de dialeto local?

É um mercado muito grande, dado que 88 por cento dos indianos não fala inglês e que o hindi é a língua mais comummente falada no país. Atualmente, a população indiana prefere ver jornais, revistas, programas de televisão e filmes na sua língua regional, sendo que para estes não se justifica a troca de língua para o inglês quando utilizam a Internet. Segundo o relatório, os conteúdos de idioma local impulsionarão o crescimento do uso da Internet no tempo futuro, com a maior parte do crescimento a advir das regiões rurais.

Que conteúdos online consumem os utilizadores rurais?

O relatório revela que, surpreendente ou não, os utilizadores não estão a usar o Facebook ou o WatsApp tão ativamente como as suas contrapartes urbanas. O seu foco está no entretenimento, nomeadamente no download de músicas ou filmes Bollywood, e na utilização da web para comunicar e para contato social. Os utilizadores urbanos tendem a usar a Internet para, primeiramente, comunicar e, não tão importante, para entretenimento.

Como é que os conteúdos de língua local estão a ser distribuídos?

Presentemente muitos dos websites e das aplicações que se encontram nas línguas indígenas estão a fornecer conteúdo que já foi traduzido, diz o relatório. No entanto, continua a haver imenso espaço para melhorar, uma vez que o conteúdo é, muitas vezes, inadequadamente traduzido. Por exemplo, megapixéis que costuma ser abreviado para MP, é frequentemente traduzido para “saansad”, uma palavra hindi que significa um membro do parlamento.

Os anunciantes também seguem esta tendência?

No mesmo relatório, é referido que apenas cinco por cento da publicidade digital gasta foi em anúncios de idioma local. Num período de cinco anos, esse número deverá atingir os 30 por cento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor