Licenças 3G iraquianas serão leiloadas por preço exorbitante

EmpresasNegócios

O Iraque está a planear leiloar as licenças de telecomunicações 3G do país a um mínimo de 307 milhões de doláres por cada licença. A decisão acontece no seguimento dos atuais operadores iraquianos não quererem atualizar o serviço para 3G. O serviço 3G será adiado no Iraque, principalmente porque a permissão para os três operadores

O Iraque está a planear leiloar as licenças de telecomunicações 3G do país a um mínimo de 307 milhões de doláres por cada licença. A decisão acontece no seguimento dos atuais operadores iraquianos não quererem atualizar o serviço para 3G.

click

O serviço 3G será adiado no Iraque, principalmente porque a permissão para os três operadores nacionais foi atrasada pelo atual governo. Por essa razão, as operadoras do Iraque não pretendem renovar a aposta na tecnologia 3G.

Este tipo de serviços permitiriam um acesso mais rápido à Internet móvel e que daria a hipótese aos utilizadores de ter acesso a vídeos baseados na web. Segundo os operadores, a aquisição dos serviços é muito dispendiosa. Nesse sentido, cada um dos atuais operadores no Iraque pagou 1,25 mil milhões de dólares pelos direitos das licenças 2G, na altura em 2007.

O panorama do setor das telecomunicações no Iraque é promissor apesar deste insucesso. Nesse sentido, o país, apesar de nunca ter tido uma indústria de telemóveis enquanto estava sob o regime de Saddam Hussein, teve uma expansão elevada no setor das telecomunicações, sobretudo nos últimos anos

Cerca de 3,4 milhões de iraquianos usam a Internet, o que por enquanto ainda é um número reduzido, já que representa dez por cento da população total no Iraque. No entanto, a penetração do mercado de telemóveis no país é de 81 por cento.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor