LG aposta na gama média com smartphone F70

MobilidadeNegóciosSmartphones

O novo portfólio de terminais lançado pela empresa asiática mostra smartphones que dispõem de ecrãs de 4,5 polegadas e contam com conexão LTE. A fabricante de telemóveis sul coreana LG apresentou a sua nova gama de smartphones de gama média-baixa com o nome F70 na feira tecnológica MWC, que durante estes dias tem mostrado as

cintillo-mwc2014O novo portfólio de terminais lançado pela empresa asiática mostra smartphones que dispõem de ecrãs de 4,5 polegadas e contam com conexão LTE.

LG F70A fabricante de telemóveis sul coreana LG apresentou a sua nova gama de smartphones de gama média-baixa com o nome F70 na feira tecnológica MWC, que durante estes dias tem mostrado as últimas tendências em dispositivos móveis. O objetivo da empresa é poder abarcar diferentes mercados de consumidores com este novo portfólio de telemóveis inteligentes, segundo explica o site especializado TNW.

A nova proposta lançada pela companhia asiática mostra smartphones que dispõem de ecrãs de 4,5 polegadas e com conexão LTE. De facto, a intenção da LG passa por “ampliar” a sua presença neste tipo de conectividade de futuro que tem cada vez mais uma relevância nas operadoras de telecomunicações. O novo terminal funciona com um processador de quatro núcleos de 1,2GHz conta com uma bateria que se pode retirar de 2440 mAh.

O LG F70 está governado por o sistema operativo Android 4.4 KitKat e dispõe de uma memória RAM de 1GB. Além disso, o novo dispositivo móvel conta com uma câmara traseira de cinco megapixéis. A estas funcionalidades, há também um lançador EasyHome que permite ao utilizador aceder diretamente ao ecrã inicial. A esta função se junta uma outra que possibilita aumentar e diminuir os ícones do ecrã, assim como ferramenta denominada “UX, que permite acender e desbloquear o terminal tocando um padrão personalizado no ecrã”.

A empresa sul coreana também aproveitou a feira para apresentar o seu último modelo de smartphone curvado e que foi posto à venda na Ásia há poucas semanas. Entre os seus principais atrativos figura a capacidade de poder visualizar vídeos de uma maneira muito similar à tecnologia oferecida por televisores OLED. “Na altura de ver um vídeo, se colocarmos a uns 30cm da cara é uma experiência parecida com a que teríamos com um televisor OLED a uns três metros de distância. As melhorias no som também são evidentes”, explica o responsável de marketing, Elias Fullana.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor