Lenovo quer expandir negócio de smatrphones

Mobilidade

Depois de ter anunciado que o seu lucro trimestral superou as estimativas, subindo 23 por cento, a chinesa Lenovo quer destacar-se na área dos dispositivos móveis para além do mercado chinês. A companhia avançou que o lucro líquido da companhia atingiu os 214 milhões de dólares nos três meses até junho, o primeiro trimestre de seu ano fiscal, ante 174

Depois de ter anunciado que o seu lucro trimestral superou as estimativas, subindo 23 por cento, a chinesa Lenovo quer destacar-se na área dos dispositivos móveis para além do mercado chinês.

Lenovo

A companhia avançou que o lucro líquido da companhia atingiu os 214 milhões de dólares nos três meses até junho, o primeiro trimestre de seu ano fiscal, ante 174 milhões de dólares no mesmo período do ano passado. O resultado ficou acima das estimativas de lucro de 202 milhões de dólares, de acordo com pesquisa da Thomson Reuters SmartEstimate.

Este ano, a empresa de hardware acelerou sua estratégia de diversificação para se afastar do decadente mercado de PCs, fechando a compra de uma unidade de servidores da IBM e da marca de telemóveis Motorola em acordos avaliados em mais de 5 mil milhões de dólares. O presidente-executivo da Lenovo, Yang Yuanqing, já assumiu o potencial de crescimento das vendas de smartphones fora da China.

A Lenovo informou ainda o crescimento de 39 por cento nos envios mundiais de telemóveis, impulsionados por fortes vendas na China. A companhia superou a sul-coreana Samsung Electronics no último ano para se tornar a maior vendedora de smartphones na China, de acordo com estimativas recentes da empresa de pesquisas IDC.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor