Lenovo escolhe Suse Linux para suportar ambientes SAP

EmpresasNegóciosOpen-SourceSoftware

A divisão chinesa da Lenovo alterou os seus ambientes SAP de UNIX para a tecnologia Suse Linux e reportou que a alteração permitiu uma redução de custos globais, assim como uma redução das cargas de trabalho em 50%.

A Lenovo verificou que a sua infraestrutura estava envelhecida, eram usados servidores de gama média que corriam um sistema operativo baseado em UNIX e que isso fazia com que a performance necessária para suportar as suas aplicações SAP críticas de negócio já não era a ideal. Assim, decidiu optar pelo sistema operativo open-source Suse Linux.

A alteração realizada pela gigante tecnológica chinesa originou, ainda, de acordo com as empresas a diminuição de meses de trabalho por ano, melhoria da performance do SAP e aumento do suporte global, através da utilização de uma plataforma empresarial purpose-built.

A Lenovo emprega mais de 57 mil pessoas, tem clientes em mais de 160 países, operando 46 centros de pesquisa espalhados pelo mundo e é gera, anualmente, cerca de 45 mil milhões de dólares em receitas. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor