KeyLemon financiada em 1,5 milhões de dólares

EmpresasNegócios

A startup suíça KeyLemon angariou 1,5 milhões de dólares (cerca de 1,1 milhão de euros) no primeiro financiamento externo. Os investidores são a Debiopharm Investment, a empresa de investimentos da biofarmacêutica baseada na Suíça Debiopharm, e a Swisscom Ventures, a empresa de investimentos da operadora de telecomunicações Swisscom. Com a proliferação de computadores, tablets e

A startup suíça KeyLemon angariou 1,5 milhões de dólares (cerca de 1,1 milhão de euros) no primeiro financiamento externo.

KeyLemonOs investidores são a Debiopharm Investment, a empresa de investimentos da biofarmacêutica baseada na Suíça Debiopharm, e a Swisscom Ventures, a empresa de investimentos da operadora de telecomunicações Swisscom.

Com a proliferação de computadores, tablets e smartphones que têm microfones e câmaras incluídas, a KeyLemon tenta resolver o problema de garantir se é mesmo a dona do aparelho está a mexer no dispositivo através do reconhecimento de voz e imagem. Como exemplo, a startup fala dos Massive Open Online Courses, que enfrentam o problema de garantir que os verdadeiros estudantes entram nas aulas.

A solução da empresa passa por identificar se é o utilizador que está à frente do aparelho através da voz e da cara da pessoa, algo que pode ser uma alternativa ou um método complementar à autenticação através de username e password.

A tecnologia da KeyLemon é vendida como kit a OEMs e a servidores ISP para uso em dispositivos como tablets e smartphones e com aplicações embebidas, assim como uma solução “em nuvem” para autenticação online, direcionada para plataformas e-learning, por exemplo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor