Kaspersky propõe medidas para operações financeiras seguras

Segurança

A Kaspersky Lab propõe uma série de medidas simples para realizar operações financeiras através da Internet sem que os cibercriminosos as intercetem. Na Internet, os utilizadores podem encontrar muitos problemas de segurança mas torna-se cómodo realizar operações financeiras online, como pagar impostos ou aceder à conta bancária através de operações de home banking. Não há

A Kaspersky Lab propõe uma série de medidas simples para realizar operações financeiras através da Internet sem que os cibercriminosos as intercetem.

_AXL0110Na Internet, os utilizadores podem encontrar muitos problemas de segurança mas torna-se cómodo realizar operações financeiras online, como pagar impostos ou aceder à conta bancária através de operações de home banking. Não há dúvida que se correm muitos riscos no envio de dinheiro online mas existem algumas medidas de segurança para manter a “carteira a salvo”.

Antes de realizar qualquer transacção online, o utilizador deve-se assegurar de que o seu computador ou dispositivo móvel está bem protegido. Para começar, deve verificar que o sistema operativo e qualquer software ou aplicação que vá executar para a transação estão atualizados. Não se deve esquecer de fazer uma verificação da versão do browser, já que a maioria das transações financeiras é feita pela Internet.

Para os dispositivos móveis a situação é um pouco diferente, já que o sistema móvel é distinto do de um computador e é menos cómodo realizar transações financeiras com o browser de um smartphone. É mais provável que utilize uma aplicação específica para as transferências, pelo que deve assegurar-se de que também esta aplicação está actualizada e, entretanto, aproveite para actualizar todas as suas apps, já que um cibercriminoso pode aceder ao seu dispositivo através de outra aplicação vulnerável. Não obstante, deve-se ter sempre o sistema operativo actualizado.

Uma vez assegurada a proteção do seu equipamento pessoal, deve verificar, na medida do possível, se as páginas web que visita são também seguras. A primeira coisa a fazer é evitar os serviços para transferências de dinheiro que não conheça. Depois de ter escolhido o serviço que quer utilizar, assegure-se de que este conta com um sistema de encriptação robusto. Olhe para a barra de endereços e veja se aparece lá um pequeno cadeado e o protocolo “HTTPS”: se assim for, os seus dados serão transmitidos de forma encriptada. Pode analisar o certificado de segurança, embora muito provavelmente o seu browser já o faça por si, se estiver atualizado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor