Justiça sueca condena homem a multa pesada por pirataria

EmpresasNegócios

Um homem de 28 anos foi condenado pela Justiça sueca a uma pesada multa de 475,2 mil euros pela distribuição ilegal de um filme na Internet. No julgamento, o “pirata” foi condenado a uma pena de prisão que ficou suspensa mas terá de fazer serviço comunitário por ter carregado outros 517 filmes. A Suécia está

Um homem de 28 anos foi condenado pela Justiça sueca a uma pesada multa de 475,2 mil euros pela distribuição ilegal de um filme na Internet.

-Internet-Fresh-New-Hd-Wallpaper--No julgamento, o “pirata” foi condenado a uma pena de prisão que ficou suspensa mas terá de fazer serviço comunitário por ter carregado outros 517 filmes.

A Suécia está a apertar cada vez mais o cerco à pirataria, tomando medidas drásticas. Além da pesada multa, o homem terá também de fazer 160 horas de serviço comunitário.

O filme em questão estava ligado a um torrente, que o indivíduo tinha carregado no Pirate Bay. A pena aplicada à esmagadora maioria dos filmes carregados para sites de partilha de ficheiros conduziu este homem a uma pena mais leve, pois não foram apresentados pedidos de indemnização relativamente a esses crimes.

O valor pedido pela entidade detentora desses direitos, a Nordisk Film, era o dobro do valor que justiça acabou por fixar. O resultado do julgamento foi divulgado pela Rights Alliance, um grupo antipirataria que descreve o jovem como “o pior pirata de sempre” na Suécia.

O pirata dava acesso aos conteúdos através do site Swebits.org. O Partido Pirata sueco também já reagiu à sentença, considerando que a legislação sueca está desatualizada e precisa de uma revisão.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor