Juniper Networks teve crescimento de 5% em 2015

EmpresasFinançasNegócios

A Juniper Networks divulgou os resultados do ano fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2015 e anunciou as suas previsões para o primeiro trimestre deste ano.

A receita líquida do 4º trimestre de 2015 foi de US$1,3 mil milhão, com um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior, e 6% sequencialmente. A margem operacional aumentou para 21,2% pelo critério GAAP, acima dos 20,7% do trimestre anterior, e cresceu em relação à margem negativa de 63,7% do 4º trimestre de 2014. Excluído o ágio relativo ao negócio de segurança, a margem operacional GAAP no 4º trimestre de 2014 teria sido de 13,5%.

A receita líquida GAAP de US$ 198 milhões, consistente com a do 3º trimestre, deixou para trás o prejuízo líquido GAAP de US$ 770 milhões do 4º trimestre de 2014, mesmo considerado o ajuste de US$ 850 milhões relativos à taxa de deterioração do ágio ocorrida no 4º trimestre de 2014.

No ano fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2015, a receita líquida da Juniper totalizou US$ 4,86 mil milhões, um aumento anual de 5%, ou de 7,0% ajustada, considerada a venda do Junos Pulse em 2014.

Em 2015, a margem operacional GAAP da empresa aumentou para 18,8%, comparada com o resultado negativo de 9,1% do ano fiscal anterior. Excluído o ágio, a margem operacional GAAP de 2014 teria sido de 9,3%. A margem operacional não-GAAP foi de 24,0%, comparada à de 20,7% de 2014.

O lucro líquido GAAP foi de US$ 633,7 milhões, ou $1,59 por ação. O lucro líquido não-GAAP foi de US$2,03 por ação, um avanço anual de 40%.

Para o trimestre que se encerrará em 31 de março de 2016, a companhia pretende continuar a gerir os seus negócios com prudência. As receitas serão de aproximadamente US$ 1,17 milhão, considerados US$ 20 milhões para mais ou para menos.

A margem bruta não-GAAP será da ordem de 63.5%, podendo ser 0,5% para cima ou para baixo. As despesas operacionais não-GAAP vão situar-se entre US$ 490 milhões e US$ 495 milhões. A margem operacional não-GAAP será de aproximadamente 21.5%, tomando por base o prognóstico de receita. O lucro líquido não-GAAP por ação situar-se-á entre US$0.42 e US$0.46.

Todas estas previsões não-GAAP excluem estimativas relacionadas à amortização de ativos intangíveis, despesas relacionadas a ações, impostos relativos a aquisições, reestruturação e outras questões.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor