JP-IK ganha projeto de 58 milhões na Bolívia

EmpresasNegócios

A empresa portuguesa de tecnologia JP – inspiring knowledge, criadora dos computadores Magalhães, venceu um concurso internacional na Bolívia para o desenvolvimento projeto educativo do país. O negócio foi fechado no valor de 58 milhões de dólares, ou seja, 42,4 milhões de euros. Este projeto inclui a construção de uma fábrica e a produção de

A empresa portuguesa de tecnologia JP – inspiring knowledge, criadora dos computadores Magalhães, venceu um concurso internacional na Bolívia para o desenvolvimento projeto educativo do país. O negócio foi fechado no valor de 58 milhões de dólares, ou seja, 42,4 milhões de euros.

10947563826_4a2160574d_oEste projeto inclui a construção de uma fábrica e a produção de equipamentos para o setor da educação na Bolívia e inclui também o fornecimento dos primeiros 125 mil equipamentos produzidos localmente já este ano. O plano de execução vai arrancar já no próximo mês de fevereiro e tem a duração de 15 meses.

Segundo um comunicado, o conjunto de equipamentos engloba computadores para professores, dispositivos convertíveis para alunos, tablets concebidos para o setor da educação e os novos dispositivos “2 em 1” (tablets e PC simultaneamente).

“Trata-se de uma dupla vitória. O resultado deste concurso internacional vem reforçar e premiar o esforço diário de toda a equipa JP”, diz, em comunicado, Jorge Sá Couto, presidente da empresa. “Estamos muito satisfeitos. Temos muito orgulho em promover Portugal, com a entrada em mais um país”, acrescenta o responsável.

Este concurso internacional onde a empresa portuguesa participou foi promovido pelo governo boliviano a par de organizações argentinas e asiáticas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor