Jovem russo suspeito nos ataques contra Target e Neiman Marcus

Segurança

Um adolescente de 17 anos de origem russa foi identificado como sendo o suspeito do ataque informático contra a Target e a Neiman Marcus, uma fraude “que roubou dados pessoais a 70 milhões de consumidores antes do Natal”. A SecureState informou que o hacker conseguiu infetar os sistemas das cadeias de lojas Target e da Neiman Marcus com um

Um adolescente de 17 anos de origem russa foi identificado como sendo o suspeito do ataque informático contra a Target e a Neiman Marcus, uma fraude “que roubou dados pessoais a 70 milhões de consumidores antes do Natal”.

Cyber-Security

A SecureState informou que o hacker conseguiu infetar os sistemas das cadeias de lojas Target e da Neiman Marcus com um tipo de malware que comprometeu a integridade da estrutura, permitindo ao pirata informático roubar informação relativa a muitos milhões de pessoas.

Desde março do ano passado, já surgiram mais de quarenta versões diferentes deste tipo de malware que já infetou os computadores de milhares de computadores em todo o mundo. O malware é conhecido como BlackPOS e foi partilhado pelo adolescente que tem ligações a grupos de hackers na cidade russa de São Petersburgo.

Com o código do vírus informático já em posse, outros hackers podem agora conseguir inserir pequenas mutações e torná-lo ainda mais forte, possibilitando assim a concretização de novos  ataques.

Ken Stasiak, CEO da SecureState, demontrou-se preocupado com este acontecimento. “Devemos de estar preocupados com este assunto, já que, uma vez identificado, os hackers conseguem manipularem este tipo de malware e introduzir-lhe caraterísticas novas e ainda mais devastadoras que arrasam com um número ainda maior de computadores e plataformas móveis”, frisou.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor