Jobbox lança plataforma de crowdsource hiring

EmpresasNegócios

Foi lançado, em Portugal, a Jobbox, uma plataforma digital que pretende revolucionar a facilidade e rapidez com que as empresas encontram engenheiros, programadores, web designers e outros profissionais de marketing digital. O serviço, baseado na recomendação de pessoas que se conhecem pessoal ou profissionalmente, vem “dar resposta à necessidade sentida pelas empresas de encontrar as pessoas

Foi lançado, em Portugal, a Jobbox, uma plataforma digital que pretende revolucionar a facilidade e rapidez com que as empresas encontram engenheiros, programadores, web designers e outros profissionais de marketing digital. O serviço, baseado na recomendação de pessoas que se conhecem pessoal ou profissionalmente, vem “dar resposta à necessidade sentida pelas empresas de encontrar as pessoas certas para funções de caráter tecnológico”.

PedroCarmoOliveiraPedro Oliveira Carmo, co-fundador executivo da Jobbox, explica que “um utilizador que identifique na sua rede de contatos o candidato certo para uma das funções anunciadas no site, pode recomendá-lo para a função em questão. Caso essa recomendação resulte num recrutamento bem sucedido, o utilizador recebe uma recompensa que pode chegar aos milhares de euros”.

O facto de facilitar o trabalho de recrutamento, reduzir custos e acelerar a identificação de candidatos mais adequados para funções cuja procura tem vindo a aumentar nos últimos anos, bem como a usabilidade e facilidade de interação com a plataforma são algumas das características da Jobbox. “No futuro, era bom haver pessoas que ganham dinheiro a ajudar os amigos a encontrarem colocações onde se sintam mais felizes e realizados”, acrescenta o co-fundador.

Pedro Carmo Oliveira explica que a ideia da Jobbox surgiu quando conheceu o seu sócio, José Vicente Paiva, que trabalhou muitos anos no setor das TI. “Tínhamos ambos a noção da dificuldade que o mercado sente em recrutar techies, já que muitas empresas de recrutamento não compreendem as competências técnicas exigidas por essas funções e têm dificuldade em avaliá-las nos candidatos”. Assim, para além da plataforma, a Jobbox disponibiliza também um serviço premium de recrutamento tecnológico, que inclui todas as fases de um processo, até à colocação de um candidato na função.

Com um investimento inicial de 45 mil euros e uma equipa de oito pessoas, a Jobbox espera faturar cerca de cem mil euros, em 2014, e atingir cem colocações bem sucedidas. Para 2015, a empresa espera a abertura de um escritório em Londres. Na plataforma, lançada em fevereiro de 2014, constam cerca de 30 ofertas de trabalho, em que algumas são de empresas internacionais.

A plataforma baseia-se num sistema de recomendação pessoal e profissional. As empresas publicam o descritivo de função na plataforma, clarificando também o valor que estão dispostas a pagar por um recrutamento bem sucedido baseado. Atualmente, o valor médio das recompensas que as empresas que já recrutam através da Jobbox se propõem pagar é de 500 euros. No entanto, a recompensa por uma única recomendação pode ir dos 200 aos 4200 euros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor