Italiana EI Towers oferece 1,23 mil milhões de euros pela RAI Way

OperadoresRedes

A empresa de telecomunicações detida por Berlusconi avançou com uma oferta de mais de mil milhões de euros para adquirir a RAI Way, a empresa responsável pela estação pública do país. Caso o negócio se concretize, o antigo primeiro-ministro italiano terá sob o seu poder todos os meios de radiodifusão concentrados numa única emissora. A

A empresa de telecomunicações detida por Berlusconi avançou com uma oferta de mais de mil milhões de euros para adquirir a RAI Way, a empresa responsável pela estação pública do país. Caso o negócio se concretize, o antigo primeiro-ministro italiano terá sob o seu poder todos os meios de radiodifusão concentrados numa única emissora.

ITALY POLITICS GOVERNMENT

A proposta surgiu na noite de ontem, quando a EI Towers anunciou estar interessada em adquirir a totalidade da RAI Way unindo, assim, a empresa de Silvio Berlusconi e a empresa responsável pela emissão do sinal televisivo da RAI, a emissora pública italiana.

A EI Towers é uma empresa de telecomunicações que possui várias torres de emissão e que conta com a Elettronica Industriale como principal detentora com um valor de 40 por cento. Já a Elettronica Industriale pertence ao antigo primeiro-ministro italiano o que lhe confere o controlo da EI Towers e coloca, assim, oferta de 1,23 mil milhões de euros pela aquisição da RAI Way nas mãos de Berlusconi.

No comunicado, a EI Towers afirma que a união das duas empresas tem como objetivo criar um única emissora de torres de radiodifusão, em Itália. Ao juntar as torres que a EI Towers possui às torres que a RAI Way tem espalhadas pelo país, devido ao seu carácter público, o poder da empresa de Berlusconi aumentaria significativamente e eliminaria a existência de uma televisão e rádio do Estado.

Quanto aos detalhes da proposta, o negócio seria realizado de acordo com dois meios diferentes, um em papel e outro em dinheiro. A EI Towers ofereceu 3,13 euros em dinheiro adicionados a 0,03 das novas ações partilhadas da empresa por cada ação da RAI Way.

A realização deste negócio nestes termos valeria à RAI Way uma valorização, aumentando cada ação da empresa para 4,50 euros.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor