IPO da Dropbox é um terço da avaliação máxima

EmpresasFinançasNegócios

A Dropbox está pronta para entrar em bolsa e ficará valorizada em 7,1 mil milhões de dólares, um terço abaixo da avaliação da empresa há três anos.

A Dropbox está pronta para entrar em bolsa e a empresa de armazenamento de cloud ficará valorizada em 7,1 mil milhões de dólares, um terço abaixo da avaliação da empresa há três anos. Há cada vez mais preocupação de que o crescimento rápido da empresa não é o suficiente para justificar uma avaliação mais elevada.

A empresa norte-americana, que começou como um serviço gratuito para compartilhar e armazenar fotos, música e outros arquivos grandes, compete com empresas de tecnologia muito maiores, como a Alphabet, a Google, a Microsoft e a Amazon, bem como a seu principal rival Box.

Uma série de investimentos fez com que a Dropbox ficasse avaliada em 10 mil milhões de dólares no início de 2015. No final desse ano, os banqueiros de investimento da empresa advertiram que não poderia corresponder a essa avaliação numa IPO e o investidor Fidelity Investments reduziu o valor estimado da Dropbox em quase 20%.

“O Dropbox ainda está a ter prejuízos e a sua receita não é suficiente para justificar um valor de mercado de 10 mil milhões. O preço teve que atrair os investidores “, disse Phil Davis, CEO da PhilStockWorld.com, um serviço de consultoria de investimento.

A empresa, cofundada em 2007 por Andrew Houston e Arash Ferdowsi, reportou uma receita de 1,11 mil milhões em 2017, um aumento de 31% em relação ao ano anterior, enquanto a sua perda líquida diminuiu para 111,7 milhões de 210,2 milhões de dólares em 2016.

Em comparação, a receita da Box, que começou a operar dois anos antes da Dropbox, deverá aumentar 25% para cerca de 506 milhões de dólares, este ano, de 398,6 milhões de dólares no ano anterior.