iPhone 6 chega em breve ao mercado chinês

Negócios

As entidades reguladoras chinesas deram por fim o seu aval para que o novo iPhone 6 da Apple possa passar a ser comercializado nas lojas do país. O dispositivo deverá atingir as prateleiras no próximo dia 17 de outubro, saindo de um longo e exaustivo período durante o qual foi alvo de um escrutínio intenso,

As entidades reguladoras chinesas deram por fim o seu aval para que o novo iPhone 6 da Apple possa passar a ser comercializado nas lojas do país. O dispositivo deverá atingir as prateleiras no próximo dia 17 de outubro, saindo de um longo e exaustivo período durante o qual foi alvo de um escrutínio intenso, justificado pela China como uma medida de segurança preventiva contra potenciais atividades de ciberespionagem pela mão de empresas norte-americanas.

iPhone 6 O Ministério para a Indústria e para as Tecnologias de Informação disse que a empresa californiana recebera autorização da entidade governamental para vender os iPhone 6 na China depois de ter colmatado uma série de riscos de fuga de informação pessoal dos utilizadores inerentes ao software do smartphone, problema resolvido pelo lançamento da atualização do sistema operativo, iOS 8.0.2.

Tendo sido lançados no passado dia 19 de setembro, o iPhone 6 e 6 Plus enfrentaram sérias adversidades para estrearem-se no mercado chinês, o que surpreendeu alguns dos analistas, visto ser o maior setor de smartphones do mundo.

As empresas da esfera tecnológica norte-americana têm, nos últimos tempos, sido alvo de grande desconfiança por parte do governo chinês, o que inequivocamente evidencia a deterioração das outrora boas relações entre duas das maiores superpotências económicas do mundo.

Os Estados Unidos e a China têm flagelado-se mutuamente com acusações de ciberespionagem e de fornecimento de dados pessoais dos utilizadores aos seus respetivos governos. Esta situação tem tornado virtualmente impossíveis os negócios das tecnológicas norte-americanas em território chinês.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor