Investidores podem conseguir afastar Costolo do Twitter

Negócios

Alguns investidores do Twitter querem reformar a administração executiva da empresa. Parece que os acionistas querem que Dick Costolo abandone o cargo de CEO, responsabilizando-o pela atrofia do crescimento do Twitter. De acordo com informação avançada pelo Business Insider, parece que alguns investidores poderão ser bem-sucedidos na sua campanha para acabar com a administração executiva

Alguns investidores do Twitter querem reformar a administração executiva da empresa. Parece que os acionistas querem que Dick Costolo abandone o cargo de CEO, responsabilizando-o pela atrofia do crescimento do Twitter.

Dick Costolo Twitter

De acordo com informação avançada pelo Business Insider, parece que alguns investidores poderão ser bem-sucedidos na sua campanha para acabar com a administração executiva de Costolo, depois de cerca de cinco anos à frente da empresa detentora de uma das mais populares rede sociais.

A norte-americana Twitter tem lutado contra a dormência que tem afetado o crescimento da sua base de utilizadores. Cada vez mais se tem tornado evidente a incapacidade do Twitter para conquistar novos utilizadores, algo que é refletido nas receitas.

Em 2014, a empresa perdeu cinco executivos de topo, que respondiam diretamente ao CEO.

Visto que as receitas têm constantemente desapontado e que a taxa de adesão à plataforma de microblogging tem diminuído a olhos vistos, é só natural que os acionistas comecem a ficar preocupados com o seu investimento. Também tem havido muita discussão em torno da capacidade de recuperação da empresa, com analistas a advogarem que o retorno à rentabilidade e ao crescimento pode ser uma tarefa hercúlea.

Contudo, poderá esperar-se que a situação do Twitter melhore, visto que as plataformas sociais têm vindo a ganhar cada vez mais popularidade devido, em grande parte, à disseminação dos dispositivos móveis. 80 por cento das receitas da empresa são geradas através de dispositivos móveis, e, com o crescimento da esfera mobile, o Twitter poderá beneficiar de um reforço do seu fluxo de receitas, devido à aposta que a empresa tem feito ao nível da publicidade online, tendo comprado, em janeiro, a ZipDial, uma startup de marketing digital.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor