Intel Security volta a chamar-se McAfee

Segurança

A Intel Security anuncia que volta ao nome original e a ser uma empresa de segurança cibernética independente. A McAfee vai agora expandir a sua plataforma de soluções de segurança e quer ter um maior foco no cliente.

A McAfee, que foi avaliada em 4,2 mil milhões de dólares, terá como novo CEO Christopher Young, que era o ex-Diretor Geral da Intel Security.

Além disso, foi anunciado que a Thoma Bravo, empresa de investimentos de capital privado, uniu-se à empresa como investidora minoritária, sendo que a Intel mantém 49% da participação na sociedade.

“Segurança cibernética é o maior desafio da era conectada, sendo uma grande preocupação para países, executivos e líderes mundiais”, disse, em comunicado, Christopher Young, CEO da McAfee. “Como empresa independente com propósito claro, a McAfee ganha a agilidade para unir pessoas, tecnologias e organizações contra os nossos adversários comuns e garantir que o nosso futuro tecnológico seja seguro.”

“Oferecemos total apoio a Chris Young e à equipa McAfee à medida que se estabelecem como uma das maiores empresas com foco exclusivo em segurança cibernética do setor”, disse Brian Krzanich, CEO da Intel. “A segurança continua a ser importante para a Intel e, além da nossa posição societária e da colaboração contínua com a McAfee, a Intel continuará a integrar os seus recursos de privacidade e segurança líderes do setor nos nossos produtos de nuvem e nos milhões de dispositivos computacionais inteligentes e conectados.”

A companhia também traçou uma nova visão estratégica, focada em inovação, confiança e colaboração. De recordar que a McAfee possui mais de 7.500 profissionais ao seu serviço e que as suas soluções protegem, diariamente, mais de 74,9 milhões de endpoints.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor