Intel Security lança ferramenta de segurança para assegurar transição de e-mails para nuvem

Negócios

A Intel Security lançou uma nova ferramenta para combater e-mails de phishing como parte de seu novo Microsoft Office 365 Channel Kit. O novo kit ajuda os parceiros a avaliar o conhecimento dos seus clientes e a capacidade de identificarem ataques de phishing, além de oferecer recomendações personalizadas com base nos resultados.

De acordo com a companhia, o Microsoft Office 365 inclui benefícios de produtividade, colaboração e e-mail enriquecidos. No entanto, a segurança não é sempre oferecida na transição para soluções baseadas em nuvem, resultando na necessidade de soluções seguras e parceiros para aconselhar empresas sobre a melhor ação para proteger os dados, softwares e a infraestrutura contra acesso não autorizado e comprometimentos.

Basta um e-mail de phishing bem-sucedido para que o criminoso se infiltre na rede de uma empresa.

Como concluiu o McAfee Labs, 95 por cento dos ataques direcionados às empresas começaram com um ataque de spear phishing com base em e-mail. Outro dado mostra que dos 76 mil utilizadores corporativos que realizaram o teste de phishing da McAfee, 94 por cento foram capazes de classificar corretamente todos os e-mails como legítimo ou phishing.

Os ataques de phishing têm o intuito de enganar as pessoas para que elas entreguem dados pessoais e podem ser usados para ajudar cibercriminosos a escolherem vítimas específicas, o que lhes permitirá invadir uma rede corporativa.

A Intel Security também desenvolveu uma série de recursos para os seus parceiros, como o Guia de Instruções sobre a segurança do Office 365 e o Quiz sobre phishing da Intel Security, que revela informações sobre phishing e pode ser personalizada de forma fácil e rápida. Os parceiros contarão também com informações sobre como desenvolver uma estratégia de segurança eficaz para a empresa do cliente em transição para o Office 365 e como gerar demanda para este serviço.

A adoção cada vez maior de serviços com base em nuvem, como o Office 365, representa uma enorme oportunidade para os parceiros garantirem que os clientes façam a transição para a nuvem sem que fiquem vulneráveis. Com as novas ferramentas, os parceiros poderão usar os resultados para identificar as vulnerabilidades e mapear como a segurança avançada pode ajudar a combater o phishing, tanto do ponto de vista da tecnologia como um reforço da educação dos colaboradores.

* Jocelyn Auricchio é jornalista da BIT no Brasil


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor