Intel perde recurso e terá de pagar multa de mil milhões

Negócios

A União Europeia tinha multado a Intel em mil milhões de euros por práticas contra a AMD que violavam as leis da concorrência há 5 anos atrás, mas a empresa tinha recorrido da decisão. Pois bem, agora a decisão foi confirmada e o fabricante de chips terá mesmo de se ‘chegar à frente’ com o

A União Europeia tinha multado a Intel em mil milhões de euros por práticas contra a AMD que violavam as leis da concorrência há 5 anos atrás, mas a empresa tinha recorrido da decisão. Pois bem, agora a decisão foi confirmada e o fabricante de chips terá mesmo de se ‘chegar à frente’ com o dinheiro.

intel

A decisão original da Comissão Europeia remonta a 2009, quando considerou que a Intel estava a tentar frustrar a AMD ao oferecer rebates aos fabricantes Dell, HP, NEC e Lenovo por comprarem a maioria dos seus chips para computadores à Intel. Além disso, a autoridade responsável pela concorrência também afirmou que a Intel pagou à cadeia de retalho alemã Media Saturn Holding para ter em stock apenas computadores com os seus chips.

Apesar da Intel ter recorrido da sentença, agora os juízes do tribunal do Luxemburgo vieram confirmar a decisão.

Além disso, os juízes também resolveram não baixar o montante da multa, salientando que os mil milhões de euros correspondem a 4,15% do volume de negócios da Intel em 2008, sendo que a coima poderia chegar aos 10%. Embora as multas da Comissão Europeia raramente atinjam o valor máximo, o facto é que elas têm vindo a aumentar nos últimos tempos, o que começa a ser fonte de preocupação para muitas empresas tecnológicas.

A Intel ainda pode levar o caso para o Tribunal de Justiça da União Europeia, mas apenas poderá contestar questões de Direito.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor