Intel pede a clientes que parem de usar patches defeituosos

CloudData CenterEscritórioPC

A Intel Corp começou a pedir aos fabricantes de computadores que parem de lançar patches de correção defeituosos que foram lançados para corrigir as falhas de segurança dos seus processadores.

A Intel Corp começou a pedir aos fabricantes de computadores que parem de lançar patches de correção defeituosos que foram lançados para corrigir as falhas de segurança dos seus processadores. Em vez disso, a Intel pede que comecem a testar uma versão atualizada.

As falhas de segurança Meltdown e Spectre foram confirmadas pela própria Intel que afetavam os seus processadores e, desde então, tanto a Intel como outras empresas têm procurado corrigir o melhor possível esta falha que, de certo modo, coloca todos os computadores em risco.

Esta segunda-feira, a empresa de processadores afirmou que espera que tanto os fabricantes de computadores como os donos de data centres parem de lançar a atual correção. Essas correções enviadas pela própria Intel fazem com que vários computadores reiniciem automaticamente de forma mais regular do que o habitual.

Em vez disso, a Intel está a pedir aos seus clientes que comecem a testar a versão atualizada do patch que começou a ser lançado no último fim-de-semana. A empresa de processadores explicou, também, que conseguiu identificar a raiz do problema de reinício dos computadores com processadores Broadwell e Haswell.

De relembrar que a Intel se comprometeu em proteger 90% dos CPUs produzidos nos últimos cinco anos. Acredita-se que os CPUs vão ver a sua performance afetada de modo a corrigir a falha. Ainda assim, não é possível saber para já até que ponto a velocidade dos processadores será afetada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor