As empresas precisam de moldar os seus negócios

Negócios

O fenómeno da Digitalização é uma lâmina de dois gumes: permite-nos perspetivar os negócios de forma mais ampla devido à enorme quantidade de dados gerada pelas Tecnologias e Sistemas de Informação, mas exige a adoção de estratégias de data eficazes que operacionalizem estes elementos, o que pode decidir o sucesso ou o completo fracasso de

O fenómeno da Digitalização é uma lâmina de dois gumes: permite-nos perspetivar os negócios de forma mais ampla devido à enorme quantidade de dados gerada pelas Tecnologias e Sistemas de Informação, mas exige a adoção de estratégias de data eficazes que operacionalizem estes elementos, o que pode decidir o sucesso ou o completo fracasso de uma organização. Peter Fisk, guru da Inovação, declarou hoje na SAS Fórum Portugal 2014, que a aliança entre a criatividade a inteligência analítica são o motor germinativo das empresas e o que as distingue das suas concorrentes e o que, in extremis, assegura a sua sobrevivência.

Fisk SAS 2014 Inovação

O Mundo atual é um lugar repleto de novas oportunidades, mas muitas empresas não estão ainda na posse das munições que lhes permitam deitar a mão a negócios emergentes, ideias vanguardistas, pensamentos futuristas.

Fisk afirmou que as empresas de agora precisam de moldar os seus negócios ao panorama corrente, ao boom da economia digital, que gera incontáveis novas oportunidades, pois, de acordo com o especialista, não se trata de fazer crescer o mundo que hoje temos, mas catapultá-lo para um novo estágio, para o próximo degrau da evolução.

É preciso fundir a racionalidade analítica, o pensamento estratégico, com a imaginação, com as ideias inovadoras, pois somente desta forma é possível agarrar novas oportunidades, desenvolver produtos diruptivos, que permitam que as organizações possam desprender-se de mercados saturados onde a concorrência chega a tornar-se corrosiva e um impedimento ao crescimento.

Nas palavras de Peter Fisk, é preciso pensar outside the box, ir mais além, arriscar. Não se trata apenas de aprimorar o negócio, mas de inová-lo.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor