Informações de utilizadores são recolhidas em segredo

e-MarketingSegurança

Vários milhões de utilizadores de Internet em todo o mundo estão a ser controlados por ferramentas de rastreamento que marcam presença em 142 páginas Web da 10 mil mais visitadas segundo o ranking da Alexa. Os sites têm scripts “secretos” para conseguirem a “impressão digital” de cada dispositivo. Estes scripts estão escondidos na maior parte

Vários milhões de utilizadores de Internet em todo o mundo estão a ser controlados por ferramentas de rastreamento que marcam presença em 142 páginas Web da 10 mil mais visitadas segundo o ranking da Alexa.

webuserOs sites têm scripts “secretos” para conseguirem a “impressão digital” de cada dispositivo. Estes scripts estão escondidos na maior parte dos casos em elementos de formato flash ou que usam o Javascript. Este tipo de registo de informações contorna as políticas de utilização de cookies prevista nas diferentes legislações, segundo os investigadores, e conseguem ignorar, também, as definições “Do Not Track” definidas pelos utilizadores.

Equipamento, sistema operativo e sua versão, navegador de Internet usado e plug-ins instalados são algumas das informações que são recolhidos de forma ilegal. Os endereços originais de IP, mesmo usando ligações proxy, são outras das informações recolhidas.

Os resultados foram conseguidos através de uma investigação feita pela Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, não sendo, no entanto, revelados quais os sites que usam este tipo de técnicas.

As informações recolhidas têm, sobretudo, o propósito de serem compiladas e vendidas a empresas de publicidade online, para que possam direcionar com mais eficácia os seus anúncios.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor