Índia prepara-se para receber Huawei como fabricante local

EmpresasMobilidadeNegóciosSmartphones

A Huawei recebeu o aval do governo indiano para fabricar equipamentos de telecomunicações no país. A empresa chinesa está a procurar conquistar um lugar de destaque naquele que é um dos maiores mercados de telemóveis do mundo.

A Índia há algum tempo que está sob o olhar atento da Huawei, e agora o Ministério dos Assuntos Internos concedeu à licença de produção que esperava há mais de um ano e meio, altura em que, pela primeira vez, requereu permissão para operar no país. Diz a Reuters que este é um dos frutos da campanha de desenvolvimento da economia local a que o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, tem dado voz, cujo objetivo é, precisamente, atrair fabricantes estrangeiras e levá-las a estabelecer centros de produção no país.

O presidente do negócio de consumo da Huawei, Allen Wang, afirma que a Índia é um mercado externo de grande importância para a empresa chinesa. Em três anos, de acordo com o executivo, a Huawei pretende conquistar um lugar entre as três maiores marcas do mercado indiano.

O mercado indiano dos dispositivos móveis está a crescer rapidamente, e conta atualmente, segundo dados do portal Statista, com 638,4 milhões de utilizadores de telemóveis. Estima-se que até 2017 este número ultrapasse os 730 milhões.

A Huawei está cada vez mais perto de tornar-se a primeira grande fabricante chinesa de telemóveis a deitar a mão a uma fatia do fértil setor indiano, atenuando as perdas que tem vindo a sofrer no seu mercado doméstico, que atravessa um momento de preocupante estagnação.

A empresa já realizava operações de investigação e desenvolvimento na Índia, mas ao estabelecer uma central de produção no país poderá estar a pavimentar o caminho para que outras fabricantes chinesas entrem neste mercado e possam oferecer produtos mais acessíveis, tendo em conta que os custos de exportação são mitigados e os consumidores indianos valorizam dispositivos de qualidade a preços reduzidos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor