IFS cresce 14 por cento no primeiro trimestre

Negócios

As receitas da IFS em venda de licenças tiveram um forte crescimento, acima dos 24 por cento. As vendas de manutenção e consultoria cresceram, respetivamente, 13 e onze por cento. A IFS apresentou os resultados referentes ao primeiro trimestre do ano e os valores apresentados demonstram um crescimento sólido das licenças, resultante da estratégia definida

As receitas da IFS em venda de licenças tiveram um forte crescimento, acima dos 24 por cento. As vendas de manutenção e consultoria cresceram, respetivamente, 13 e onze por cento.

IFSA IFS apresentou os resultados referentes ao primeiro trimestre do ano e os valores apresentados demonstram um crescimento sólido das licenças, resultante da estratégia definida e centrada em mercados de expansão.

O crescimento da empresa sueca reflete, também, o interesse crescente de parceiros na distribuição da IFS Applications. Este enquadramento tem vindo a atrair, afirma a IFS, “grandes clientes internacionais e permitindo a ampliação das atividades globais da IFS”.

As receitas de licenças ascenderam a 11,7 milhões de euros, um aumento de 24 por cento em relação ao mesmo período de 2013. As receitas de manutenção aumentaram para 27,3 milhões de euros, representando um acréscimo de 13 por cento. Já as receitas de consultoria foram de 36,8 milhões de euros, uma melhoria de onze por cento.

As receitas líquidas ascenderam a 73,6 milhões de euros e os resultados EBIT foram de 2,7 milhões de euros. O cash flow depois de investimentos foi de 14,6 milhões de euros e os ganhos por ação diluídos ascenderam a 0,065 euros, números acima do primeiro trimestre de 2013.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor