IDC: remessas de tablets caíram no quarto trimestre de 2014

MobilidadeNegócios

As remessas de tablets caíram 3,2 por cento no quarto trimestre de 2014, avançou a IDC. Esta foi a primeira queda desde que estes dispositivos foram introduzidos no mercado em 2010.   Nos últimos três meses do ano passado, a Apple conquistou o ouro ao nível do volume de remessas de tablets, apesar de ter

As remessas de tablets caíram 3,2 por cento no quarto trimestre de 2014, avançou a IDC. Esta foi a primeira queda desde que estes dispositivos foram introduzidos no mercado em 2010.

Tablet

 

Nos últimos três meses do ano passado, a Apple conquistou o ouro ao nível do volume de remessas de tablets, apesar de ter sofrido uma queda de 17,8 por cento, face ao período homólogo de 2013. A informação avançada pelo jornal brasileiro Valor Econômico revela que, embora tenha procurado instigar a compra dos seus iPad, com redução dos preços, a tecnológica não conseguiu que os seus tablets deixassem de ser ensombrados pelo lançamento dos seus novos iPhone, de acordo com Jitesh Ubrani, analista da IDC.

Como reflexo desta queda, a quota de mercado da Apple caiu de 33,1 por cento para 28,1 por cento.

Por seu lado, a Samsung teve de conformar-se com a prata, com remessas de onze milhões de unidades no quarto trimestre, traduzindo uma queda de 18,4 por cento, comparativamente a 2013. A sul-coreana tem sido sufocada pela crescente pressão exercida por fabricantes de dispositivos premium de baixo custo na Ásia, pelo que a sua fatia do mercado dos tablets caiu de 17,2 por cento para 14,5 por cento.

Por fim, a Lenovo, a Asus e a Amazon ficaram-se pelo terceiro, quarto e quinto lugares, respetivamente, nas remessas de tablets do último trimestre de 2014. Apesar de constituírem o Top 5 das maiores vendedoras de tablets para o quarto trimestre do ano passado, só a Lenovo, com 4,8 por cento do mercado, conseguiu registar um aumento de 9,1 por cento do volume de remessas, com mais 3,7 milhões de unidades.

Mas nem tudo são más notícias, visto que embora no quarto trimestre as remessas tenham caído, aumentaram 4,4 por cento numa perspetiva anual, chegando às 229,6 milhões de unidades.

Olhando agora para o ano que há pouco tempo começou, a consultora IDC predisse que o setor mundial dos tablets deverá continuar a crescer.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor