IBM lança soluções de analítica na nuvem em Portugal

CloudNegóciosOpen-SourceSoftware
0 1 Sem Comentários

A IBM acaba de lançar em Portugal as suas novas soluções de analítica na nuvem, Cloud Data Services. A apresentação foi feita por Pilar Liñan, responsável de vendas do segmento para Portugal, Espanha, Grécia e Israel, e Nuno Moura Pinheiro, diretor de software analítico da subsidiária portuguesa para a área da Banca, Seguros e Retalho.

“Os dados tornaram-se o recurso natural mais importante para criar valor digital e superar a concorrência”, referiu Nuno Moura Pinheiro.  “Porém, apenas 15% das organizações têm capacidade de aproveitar os dados e realizar análises avançadas para toda a organização”, frisou o responsável da IBM Portugal.

A empresa salienta que o foco do produto é ajudar os clientes a “explorar o potencial dos dados disponíveis”, internos, externos e em movimento, “proporcionando-lhes vantagens competitivas para inovar de forma rápida e ágil.” A questão do preço também é importante: há uma redução dos custos estruturais, devido ao modelo de pagamento “as a service”, o que torna possível uma transição sem grandes investimentos. A IBM garante ainda a “segurança e a privacidade dos dados” em cada projeto, com uma redução inerente do risco de falhas.

Também entra aqui a computação cognitiva, que tem estado no centro da estratégia da IBM. Nuno Maximiano, diretor de software analítico da IBM para a área de E&U, Governo e Telco, sublinha que as ferramentas assentam nas soluções cognitivas e plataforma na nuvem da empresa, tirando partido dos sistemas com capacidade de aprender.  “Com estas soluções, a IBM irá também promover uma melhor experiência para programadores, cientistas de dados e engenheiros de dados, baseada num conjunto abrangente de serviços de gestão de dados, conteúdos e analítica integrados na cloud”, acrescenta o responsável. A mensagem é a transformação dos processos de negócio corporativos, que pode levar ao aparecimento de novos modelos de negócio e melhorar o time-to-market.

Entre as soluções de IBM Cloud Data Services, a empresa destaca cinco:

Watson Analytics – Permite realizar análises complexas de informação estruturada e não estruturada por utilizadores sem conhecimentos especializados em tecnologias de informação. Recorre a mecanismos de analítica avançada através de um navegador da internet e assente numa interface simples e acessível.

IBM Cloudant – É uma base de dados as a service (DBaaS) NoSQL gerida que permite escalar para grandes volumes de dados e trabalhar em modo offline. Entre as funcionalidades mais interessantes estão o tratamento de informação geo-referenciada, pesquisa de texto, replicação e sincronização. Também reduz substancialmente a necessidade de gestão por parte do cliente.

IBM dashDB –  É um data warehouse as a service, com funcionalidades analíticas incluídas na base de dados e com capacidade para gerir grandes volumes de dados. Disponibiliza processamento em memória, processamento massivo paralelo para obtenção de resultados analíticos num curto espaço de tempo. Reduz os custos de um data warehouse tradicional e permite crescer consoante as necessidades.

IBM BigInsights – Motor hadoop open source que permite processar e analisar grandes volumes de informação estruturada e não estruturada.

Spark for Apache – Motor computacional open source para processamento de dados em larga escala em memória. Permite acelerar a velocidade de análise dos dados, quando comparado com a plataforma hadoop tradicional.

Fica claro que a empresa continua a apostar em open source também na nuvem, com a disponibilização de várias tecnologias as a service (Spark, Hadoop, MongoDB, Elasticsearch), a par dos serviços proprietários.

“Estamos a fazer um investimento forte em open source na cloud, fazendo aquisições chave nestas áreas, como a Compose, uma plataforma de gestão na cloud de DbaaS, para potenciar a nova era de soluções de mobile, web e Internet das Coisas”, concluiu Pilar Liñan. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor