IBM revela inovações em big data e cloud

Big DataBusiness IntelligenceCloudData-StorageEmpresasNegócios

Durante a conferência “Information on Demand” esta semana, a IBM fez uma série de anúncios focados na inovação de “casar” as tecnologias de cloud e big data. Entre eles inclui-se ferramentas que tornam a big data anónima e software criado pelos laboratórios da IBM apelidado de “Project Neo” que pode ser aplicado a raw data

Durante a conferência “Information on Demand” esta semana, a IBM fez uma série de anúncios focados na inovação de “casar” as tecnologias de cloud e big data. Entre eles inclui-se ferramentas que tornam a big data anónima e software criado pelos laboratórios da IBM apelidado de “Project Neo” que pode ser aplicado a raw data sets e descobrir padrões escondidos.

Big DataNo “Information on Demand”, a empresa atualizou o seu centro de SmartCloud Virtual Stoarge. A plataforma atualizada analisa dados usando padrões em ordem para automaticamente criar armazenamento em volume.

Também revelou uma versão cloud da sua oferta “BLU Acceleration” e adicionou uma nova exploração e capacidade de visualização de big data no InfoSphere Data Explorer.

“Com o valor dos dados a continuar a crescer, o diferenciador para os clientes estará em prever o que pode acontecer para ajudar a transformar o seu negócio com convicção e rapidez”, afirmou Steve Mills, senior vice president e group executive da IBM. “As últimas soluções da IBM permitem aos clientes ajudar a prever o comportamento dos clientes e resultados rápidos e fáceis, tudo entregue a partir da cloud”.

O software atualmente chamado de “Project Neo” vai, segundo a empresa, ajudar as empresas a superar algumas barreiras chave para trabalhar com big data. Tal como vários produtos adversários, a ferramenta pode ser aplicada a sets de raw data e explorar esses dados através de um interface simples.

O interessante no “Neo”, segundo a IBM, é que não só entende perguntas como “qual foi o top três de venda de t-shirts em junho?” e retorna com respostas precisas, como agarra em padrões escondidos nos dados automaticamente, respondendo, eventualmente, a outras perguntas que as empresas tenham.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor