IBM reduz em colaboradores para apostar em novos desafios

Business IntelligenceCloudData-StorageEmpresasNegócios

A IBM confirma a intenção de reduzir nos seus colaboradores a fim de obter liberdade de aposta em novas áreas de investigação. Ao confirmar a intenção de cortar na força de trabalho, a IBM pretende investir em resposta às necessidades dos seus clientes, bem como antecipar novas tendências de mercado no setor da programação e

A IBM confirma a intenção de reduzir nos seus colaboradores a fim de obter liberdade de aposta em novas áreas de investigação.

IBMAo confirmar a intenção de cortar na força de trabalho, a IBM pretende investir em resposta às necessidades dos seus clientes, bem como antecipar novas tendências de mercado no setor da programação e computação.

Entre as áreas em que a empresa pretende apostar destacam-se cloud, analítica e computação cognitiva. O investimento será reforçado na ordem dos 1,2 mil milhões de dólares, especificamente em cloud, e na área de computação, o mesmo valor.

Não foi revelado o número preciso de pessoas a serem dispensadas, no entanto os números podem chegar aos 25 por cento do total de colaboradores integrados no setor de negócio de Sistemas e Tecnologias, a divisão de hardware da empresa.

Após a venda da unidade de servidores x86 à empresa chinesa Lenovo por 2,3 mil milhões de dólares, a IBM anunciou a intenção de transferir para a companhia chinesa 7500 dos seus 400 mil funcionários.

A empresa americana salienta que tem neste momento cerca de três mil vagas de emprego noutras áreas de investigação.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor