IBM lança novos Power8 e z Systems para nuvem híbrida

Cloud
0 0 Sem Comentários

A IBM está a colocar (quase) todas as suas fichas na nuvem híbrida: esta é a estratégia de cloud da companhia, que anunciou várias novidades durante o IBM Edge 2016, em Las Vegas.

*em Las Vegas

São lançamentos que abrangem os processadores Power8, o mainframe z Systems, armazenamento, software e soluções. A ideia é “simplificar o movimento dos dados, aplicações e serviços” num ambiente de nuvem híbrida.

“Um modelo de nuvem híbrida permite que os clientes se adaptem continuamente, ao mesmo tempo que otimizam investimentos on-premise”, resumiu Tom Rosamilia, vice-presidente sénior da IBM Systems, sublinhando que o ambiente de negócios atual é “muito dinâmico e cheio de disrupções.” A gigante está a apostar que é nesse mix de nuvem pública, nuvem privada e plataformas de TI tradicionais que está o maior crescimento desta indústria.

Os sistemas correm em cima dos processadores Power8, que o diretor geral Doug Balog disse estarem com boa procura a nível global. A novidade nesse segmento é o Power Systems para nuvem, com gestão baseada em OpenStack e modelos de consumo flexíveis. O cliente poderá transformar a sua infraestrutura de TI numa nuvem local para AIX, IBM i e Linux.

Já em relação a mainframe – que a IBM garante estar bem saudável – surge o z Systems Operational Insights, uma solução de SaaS que oferece analítica de operações na nuvem. “Agarra nos dados operacionais, consolida rapidamente, coloca na nuvem e oferece em retorno insights analíticos”, sintetizou Mike Perera, vice-presidente de z Systems, em uma conferência de imprensa no IBM Edge.

A companhia introduziu ainda o Spectrum Copy Data Management e o Spectrum Protect.

“O que estamos a ver é a necessidade de maior diferenciação no cloud computing”, afirmou Rosamilia, na conferência de imprensa. “Quanto mais avançados os casos de utilização na nuvem, mais precisamos de inovação avançada a partir da nuvem. E isso inclui computação cognitiva.”.

No primeiro dia do Edge, foram também anunciadas mais parcerias relacionadas ao ecossistema aberto que suporta a nuvem híbrida. Destaques para as alianças com a Canonical, Hortonworks, Mirantis, Nginx e Red Hat.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor