IBM fortalece investimentos em infraestruturas

Business IntelligenceCloudData-Storage

A IBM realizou na quinta-feira, no IBM Client Center Lisboa, o evento anual IBM Countdown com o objetivo de dar a conhecer aos seus parceiros de negócio as últimas novidades e campanhas na área de POWER8, storage e serviços cloud. A IBM reforçou o mais recente anúncio de Servidores POWER8 com a introdução de dois

A IBM realizou na quinta-feira, no IBM Client Center Lisboa, o evento anual IBM Countdown com o objetivo de dar a conhecer aos seus parceiros de negócio as últimas novidades e campanhas na área de POWER8, storage e serviços cloud.

ibm

A IBM reforçou o mais recente anúncio de Servidores POWER8 com a introdução de dois novos modelos para a gama Enterprise (de crescimento vertical) e para a gama Scale Out (de crescimento horizontal), capazes de gerir grandes volumes de dados numa fração de tempo mais reduzida, quando comparada com a geração anterior, e com um preço/desempenho¹ cerca de 20% mais baixo do que os sistemas baseados nos processadores Intel Xeon, mais rápidos do mercado.

O crescimento exponencial do volume de dados não estruturados na nova era computacional – Big Data – é simultaneamente uma oportunidade e um desafio para as empresas: se por um lado é crítico ter capacidade de decisão pois é cada vez mais uma vantagem competitiva, por outro, requer infraestruturas de elevado desempenho capazes de extrair a informação pertinente à tomada de decisão em tempo real.

Do chip ao software, os sistemas de informação utilizados pela maioria das organizações, estão assentes em ilhas tecnológicas proprietárias de diversos fornecedores, que em muitos casos não respondem de forma otimizada às exigências dos workloads relacionados com Big Data, cloud e mobile. Desta forma, a IBM está a inovar ao criar o OpenPOWER Foundation, proporcionando aos seus parceiros o acesso aberto à tecnologia POWER e, assim, viabilizar o desenvolvimento otimizado de todas as componentes de um sistema de informação. Criada em 2013, a OpenPOWER Foundation cresceu rapidamente dos 5 fundadores para os atuais 59 membros, que têm vindo a colaborar ativamente para promover a arquitetura aberta do processador IBM POWER na inovação da indústria.

Em resultado dessa colaboração, a IBM apresenta o novo IBM Power S824L com IBM POWER8, o primeiro processador mundial desenhado de raiz para lidar com os exigentes workloads de Big Data. Os novos sistemas também integram a tecnologia GPU da NVIDIA, para oferecerem alto desempenho computacional para workloads técnicos que permita, por exemplo, aos bancos analisarem mais eficazmente os níveis de risco, às empresas de energia localizarem com maior precisão as reservas de petróleo, ou aos cientistas identificarem mais rapidamente curas para doenças.

A IBM posicionou ainda as suas ofertas de Software Defined Storage, otimizadas para a interoperabilidade entre as soluções de diversos fabricantes. Estas ofertas proporcionarão uma total flexibilidade na forma como os clientes armazenam, exploram e controlam todo o ambiente de storage, quer interno, quer na Cloud, permitindo a máxima otimização dos custos associados.

A adoção de Software Defined Storage Platforms está a crescer. De acordo com a International Data Corporation (IDC), as vendas de Software Defined Storage Platforms (SDS-P) cresceram mais de 15% no segundo trimestre de 2014². A IDC reconheceu a liderança e o crescimento da IBM nesta área e recentemente anunciou a companhia como líder em SDS-P no seu último Worldwide Storage Software QView para o segundo trimestre de 2014, tendo como base as receitas das soluções IBM SAN Volume Controller (SVC), IBM Elastic Storage e no bundle de software IBM Virtual Storage Center (VSC).

Alimentados pela crescente adoção de soluções baseadas em Cloud, Analytics, Mobile, Social e Security, os dados continuam a crescer a um ritmo sem precedentes, gerando cerca de 2,5 biliões de gigabytes de dados por dia. As empresas estão continuamente sob pressão para a tomada de decisão em tempo real com base nos dados que têm disponíveis. Através da utilização de ambientes Software Defined Storage, os dados estão disponíveis de forma mais célere, permitindo soluções de analítica favoráveis à tomada de decisões estratégicas de negócio.

“A realidade é que muitos de nossos clientes estão a sofrer com a sobrecarga de informação, e os centros de dados estão a sentir essa pressão”, disse Jamie Thomas, General Manager, Storage and Software Defined Systems da IBM. “Para ajudar a aliviar esta pressão, estamos a fornecer flexibilidade que permita ao cliente escolher o ambiente que melhor de adapta às suas necessidades”, afirmou ainda.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor