IBM falha expetativas pelo quarto trimestre consecutivo

Business IntelligenceData-StorageEmpresasNegócios

Os resultados indicaram que a 31 de dezembro de 2013 a IBM teve uma diminuição de receitas totais em cinco por cento para os 27,7 mil milhões de dólares, falhando a expetativa de 28,25 mil milhões de dólares apontada pelos analistas para o último trimestre de 2013. “A fraca procura dos clientes pelos servidores IBM e a

Os resultados indicaram que a 31 de dezembro de 2013 a IBM teve uma diminuição de receitas totais em cinco por cento para os 27,7 mil milhões de dólares, falhando a expetativa de 28,25 mil milhões de dólares apontada pelos analistas para o último trimestre de 2013.

calculator-and-money-by-Images_of_Money-1024x768

“A fraca procura dos clientes pelos servidores IBM e a redução de oportunidades de negócios, aliados à crise nos equipamentos de armazenamento” principalmente em mercados em expansão como a China são as razões principais apontadas para esta crise de resultados da marca norte americana em 2013.

Em consequência destes resultados, o Chief Executive Officer Ginni Rometty vão renunciar aos pagamentos anuais de incentivo de 2013 numa altura em que a receita total da IBM caiu dois por cento para os 99,8 mil milhões de dólares por ano.

No setor do hardware foi onde a marca teve uma maior queda de valores, com um decréscimo de 26 por cento que levou a um colapso de 750 milhões de dólares neste setor.

Além dos resultados, a marca registou em 2013 uma subida de quatro por cento nas ações, o que representa ganhos de 14,94 dólares. A empresa também lucrou 16,5 mil milhões de dólares, apesar de registar uma descida de 1 por cento face a 2012 e ainda teve um crescimento nas receitas de cloud IBM de 69 por cento.

Martin Schroeter, diretor financeiro da IBM, vê 2014 como um desafio a ser levado em conta e apresenta objetivos concretos para o novo ano. “Estávamos ansiosos por 2014 para iniciar a reestruturação da IBM. Vamos adquirir capacidades essenciais que nos vão ajudar a criar oportunidades de negócio e reequilibrar a força de trabalho que temos, enquanto continuamos a devolver o valor aos acionistas”, completou Schroeter. Para já há a confirmação de que a IBM espera ganhos por ação de pelo menos 17 dólares para 2014.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor