IBM empenhada em mostrar que cloud potencia crescimento

Business IntelligenceData-StorageNegócios

O segundo dia do Pulse já está a rolar em Las Vegas. Após os anúncios de ontem – os analistas estão muito otimistas com a estratégia de abordagem à cloud da IBM – a “big blue” continua empenhada em mostrar o quanto a tão afamada nuvem pode potenciar o crescimento dos seus clientes por todo

pulse2014-01

O segundo dia do Pulse já está a rolar em Las Vegas. Após os anúncios de ontem – os analistas estão muito otimistas com a estratégia de abordagem à cloud da IBM – a “big blue” continua empenhada em mostrar o quanto a tão afamada nuvem pode potenciar o crescimento dos seus clientes por todo o globo.

2014-02-25 09.06.13

E a mensagem de que os clientes de todos os setores e em todo o mundo estão a aproveitar as soluções de nuvem da IBM para melhorar a flexibilidade, impulsionar a expansão internacional e melhor responder melhor aos exigentes tempos de mudança continua a ser fortemente veiculada aqui nos Estados Unidos.

Diz então a IBM que empresas e agências governamentais em todo o mundo estão a adotar rapidamente a computação em nuvem, não só para reduzir os custos, mas também para melhorar os processos de negócio, reinventar relacionamentos com seus clientes e entrar em novos mercados de uma forma mais fácil e mais eficiente.

Através do envolvimento desta tecnológica norte-americana com os líderes globais da indústria, como a Turk Telecom, The Loft Group, Music Mastermind, Kuuluu e muitos outros, “a IBM continua a alargar a sua liderança na nuvem em todo o mundo para apoiar as empresas que estão cada vez mais a contar com a cloud para comercializar, vender e desenvolver produtos, gerir cadeias de fornecimento e muito mais”.

A Turk Telekom, por exemplo, queria acompanhar de perto os custos e comunicar claramente a estrutura dos preços dos novos serviços cloud aos seus usuários finais. “Queríamos que os nossos administradores de sistemas e desenvolvedores estivessem conscientes dos custos relacionados com os seus pedidos”, disse Mehmet Selçuk Karaca, consultor da Turk Telekom. “A nuvem da IBM ofereceu uma solução de medição e faturação para nos ajudar a fazer isso.”

Para endereçar um espectro muito vasto de necessidades e requisitos, a IBM oferece agora um amplo conjunto de recursos, abrangendo nuvens privadas, públicas e híbridas, assim como soluções baseadas em infraestrutura-as-a-service, plataforma-as-a-service e software-as-a-service. Juntas, essas ofertas estão a impulsionar um interessante crescimento para a IBM, gerando 4,4 mil milhões em receitas para soluções baseadas em nuvem em 2013, um aumento de 69%, ano a ano.

“O compromisso da IBM de investir em áreas de grande crescimento decorre do nosso foco na entrega de soluções aos nossos clientes que precisam ter sucesso no mercado de hoje e que lhes permita estarem melhor posicionadas para o crescimento de amanhã”, disse Jim Comfort, general manager dos serviços Cloud da IBM. “O nosso trabalho com empresas como as que anunciamos hoje demonstra que a IBM é a única empresa que pode oferecer soluções em nuvem a um nível verdadeiramente global.”

As notícias de ontem são o mais recente marco na “jornada” da IBM para fornecer inovação na computação em nuvem, incluindo os 7 mil milhões de dólares em 16 aquisições e 40 mil especialistas do setor, a recente aquisição da SoftLayer e o compromisso da IBM em expandir as suas ofertas de nuvem globais para 40 datacenters nos cinco continentes. Ao fazer isso, a IBM pretende dobrar a capacidade de nuvem da SoftLayer até o final de 2014. Desde esta aquisição, a IBM SoftLayer tem servido quase 2400 novos clientes de cloud e continua a ver a procura crescer. Os seus centros de dados distribuídos e a sua rede global dá aos clientes a possibilidade de escolher um ambiente cloud e um local que melhor sirva as suas necessidades de negócio, assim como ter visibilidade de onde os dados residem e exercer o controlo da segurança desses mesmos dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor