IBM Edge | Como a Red Bull Racing usa tecnologia para competir

Big DataCloudData-StorageServidores
0 21 Sem Comentários

No primeiro dia do IBM Edge, um dos clientes que a companhia chamou ao palco foi a Red Bull Racing. Matt Cadieux, CIO da empresa que compete na Fórmula 1, explicou como a tecnologia da IBM ajuda neste setor extremamente competitivo.

*em Las Vegas

A Red Bull Racing e a IBM anunciaram recentemente um novo contrato de parceria, que estenderá a sua relação por mais quatro anos. A empresa usa soluções IBM Spectrum para gerir os dados usados no desenho e desenvolvimento dos seus carros de corrida.

“Estes carros são máquinas extremas, com especificações únicas para cada corrida e mais de 100 mil componentes em cada um”, avançou o executivo. ” Em 2016, a Red Bull Racing completará 21 corridas e sua equipa está baseada em Inglaterra, com 700 empregados – 130 dos quais são engenheiros de TI.

Um pormenor interessante é que cada carro tem mais de 100 sensores, e eles têm de resistir a intensidade da competição. Todavia, as regulações são complexas e as equipas raramente podem testar os seus carros nos circuitos. “Então baseamos-nos muito num mundo virtual para o processo de desenvolvimento”, contou Matt Cadieux.

A empresa usa IBM Spectrum LSF, que “acelera o fluxo de trabalho e a gestão de recursos.” Cada simulação tem mais de 200 passos e precisa dar resultados em tempo real, sendo que a Red Bull Racing usa uma nuvem privada. “O uso do Spectrum LSF resultou num aumento das simulações de 30 a 50%, o que se traduz na capacidade de desenhar o carro mais rápido.”

Aí também entra analítica e computação cognitiva, que analisa os dados recolhidos a partir dos sensores. O software que a empresa está a usar é IBM Spectrum Scale, uma ferramenta de armazenamento definido por software que simplifica o controlo de grandes volumes de dados.

O IBM Edge acontece essa semana em Las Vegas e reúne mais de 5500 parceiros e clientes da companhia americana, que irá apresentar suas novidades de infraestrutura.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor