IBM disponibiliza ferramentas para empresas construírem uma plataforma de Inteligência Artificial

Inovação

A IBM disponibilizou a plataforma IBM PowerAI no sistema IBM POWER9, e, pela primeira vez, também no sistema operacional Red Hat.

De acordo com a IDC, a grande maioria das empresas (79%) vê nas soluções Inteligência Artificial (IA) a chave para se diferenciarem no mundo dos negócios. De facto, a IA representa um game-changer para as empresas, sobretudo na interpretação e no uso que se faz dos dados, mas não existem truques mágicos.

Para a maioria das organizações a IA será um caminho, o que também fica demonstrado pelos mais recentes números da IDC: 31% das empresas estão ainda a avaliar/descobrir a IA, 22% planeiam implementar soluções de IA nos próximos 1-2 anos, 22% já começaram a executar testes de IA e apenas 4% já implementaram programas de IA

A experiência da IBM junto dos clientes tem mostrado que, aquando da adoção de uma estratégia holística de Inteligência Artificial com o objetivo de gerar insights a partir dos seus dados, é essencial avaliar a infraestrutura existente, bem como a sua estratégia de gestão de dados e as suas capacidades de IA.

As organizações que, de facto, têm conseguido retirar maior valor dos dados estão a construir as suas plataformas de IA e de gestão de dados próximas do local onde estes se encontram, reduzindo a latência. Além disso, estão já usar infraestrutura desenhada especificamente para cargas de trabalho relacionadas com dados e computação intensiva, como analítica avançada e IA, assim como a implementar software otimizado para um maior desempenho. Esta junção entre infraestrutura e software permite maximizar a eficiência da implementação e o valor dos insights.

Mas quando se trata de implementar soluções de IA, as organizações deparam-se muitas vezes com problemas de desempenho do servidor e com a complexidade no software de código aberto.

Para enfrentar esses desafios, a IBM disponibilizou a plataforma IBM PowerAI, o melhor conjunto de ferramentas de deep learning para as empresas, no sistema IBM POWER9, e, pela primeira vez, também no sistema operacional Red Hat.