“A IBM Cloud é a plataforma para a próxima era de negócios”

Cloud

As receitas dos serviços de nuvem da IBM cresceram 35% no ano passado, mas a empresa ainda tem muito território por percorrer para chegar mais perto das outras fornecedoras – Amazon Web Services, Microsoft e Google. Durante o IBM InterConnect, que decorre esta semana em Las Vegas, a CEO Ginni Rometty explicou porque é que acredita que a nuvem da empresa é o futuro.

*em Las Vegas

“A nuvem está a mudar os negócios e a sociedade”, disse Rometty na sua apresentação na conferência. A executiva, que tem a missão de transformar a histórica gigante numa empresa cloud-first, data-first, garantiu que não faria tal afirmação apenas para vender uma imagem específica da estratégia da IBM. Rometty realmente acredita que a nuvem está a mudar o mundo. E a sua intenção é garantir que a tecnológica está na linha da frente dessa revolução.

“A IBM Cloud é a plataforma para a próxima era de negócios”, afirmou. “Será mais que uma nova forma de fazer as mesmas coisas que já se faziam, será uma forma de fazer coisas novas.”

Rometty sublinhou que os serviços de nuvem já representam 17% no volume de negócios da empresa, e enumerou os motivos pelos quais acredita que a plataforma é única. “A IBM Cloud é forte para as empresas, focada nos dados e cognitiva no centro.”

Além disso, defendeu, a sua nuvem pública é forte e desenhada para indústrias específicas, permite escolha e consistência, é mais segura que a tecnologia on premises e tem um roadmap “muito sólido” de inovação. Rometty acenou ainda às empresas no mercado de Internet das Coisas: “Temos a maior plataforma IoT comercial do mercado”, garantiu. Também no InterConnect, a empresa anunciou um novo kit de ferramentas de desenvolvimento para o sector financeiro na nuvem.

A CEO esteve na China durante os últimos dias para assegurar a construção do seu novo centro de dados no país, em parceria com a Wanda. Será o 51º data center em 20 países.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor