IBM abre quatro novos centros de dados de Cloud pelo mundo

CloudData CenterNegócios

A IBM abriu quatro novos centros de dados IBM Cloud, incluindo dois em Londres, na Inglaterra, um em San Jose, nos Estados Unidos, e um em Sydney, na Austrália. Estas quatro novas instalações aumentam a presença global dos centros de dados Cloud da IBM para quase 60 em 19 países e reforçam a sua capacidade

A IBM abriu quatro novos centros de dados IBM Cloud, incluindo dois em Londres, na Inglaterra, um em San Jose, nos Estados Unidos, e um em Sydney, na Austrália. Estas quatro novas instalações aumentam a presença global dos centros de dados Cloud da IBM para quase 60 em 19 países e reforçam a sua capacidade de cloud existente nessas regiões. A gigante americana está a investir na expansão da área de cloud com o obejetivos de proporcionar aos sues clientes em todo o mundo recursos capazes de suportar cargas de trabalho cognitivas e de big data, oferecendo flexibilidade para armazenar dados onde e quando quiserem. 

Em comunicado a IBM, realça que de acordo com a IDC, os gastos mundiais em serviços de cloud pública e infraestruturas devem chegar aos 266 mil milhões de dólares em 2021 . Embora a adoção da cloud pública continue a crescer, as empresas que que estão a fazer esta transição podem também estar sujeitas a muitos requisitos regulamentares diferentes em todo o mundo, em questões relacionadas com a segurança, privacidade e outras questões-chave. 

Os centros de dados de cloud da IBM seguem um conjunto de padrões de controlos básicos para ajudar a proteger os dados e os interesses dos clientes. A IBM também é uma das primeiras empresas de cloud em todo o mundo a adotar o Código de Conduta de Proteção de Dados da União Europeia para Fornecedores de Serviços de Cloud, demonstrando um compromisso firme com as questões da privacidade e da segurança de dados nos seus serviços de infraestrutura cloud.