Hugo Barra anuncia que está de saída da Xiaomi

EmpresasNegócios

Hugo Barra, vice-presidente internacional da fabricante chinesa Xiaomi, anunciou hoje, em um post no Facebook, que vai deixar a empresa após três anos e meio. O executivo brasileiro referiu problemas de saúde como o motivo para a saída, mas também que vai para um novo projeto em Silicon Valley.

O executivo indicou na rede social que “os últimos anos a viver num ambiente tão singular tiveram um efeito muito significativo na minha vida e na minha saúde” e agradeceu o tempo que passou na empresa. “Vou tirar umas merecidas férias antes de embarcar numa nova aventura em Silicon Valley”, indicou.

Hugo Barra vai deixar o cargo no início fevereiro e será substituído por Xiang Wang, vice-presidente sénior da Xiaomi.

A Xiaomi que já foi a startup mais valiosa do mundo e chamada de “Apple da China” está a atravessar um período conturbado com as vendas a cair e tendo saído do top 5 de vendedores de smartphones na China no ano passado.

A saída acontece, precisamente, quando a fabricante está a ajustar a sua estratégia, tendo retirado de importantes mercados como Singapura e o Brasil e estando a apostar na presença no retalho tradicional e no seu mercado interno, a China.

O ainda vice-presidente foi contratado para ajudar na expansão internacional da marca mas, a apesar do sucesso na Índia, falhou a entrada no mercado americano, quer nos EUA, quer em LATAM.

De acordo com a Reuters, a companhia quer desenvolver as áreas de inteligência artificial e finanças na internet para alavancar o seu crescimento em 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor